PSP adquire dois Drones Tekever

EmpresasNegócios

A Polícia de Segurança Pública adquiriu, secretamente, dois Drones, mas ainda não há enquadramento legal para a sua utilização em Portugal. A compra já foi autorizada no dia 19 de julho deste ano pelo anterior diretor nacional da corporação. Já no dia dez de julho estava disponível no YouTube um vídeo onde se vêem dois

A Polícia de Segurança Pública adquiriu, secretamente, dois Drones, mas ainda não há enquadramento legal para a sua utilização em Portugal. A compra já foi autorizada no dia 19 de julho deste ano pelo anterior diretor nacional da corporação.

TEKEVER_AR1_BlueRayJá no dia dez de julho estava disponível no YouTube um vídeo onde se vêem dois agentes da PSP, fardados, a fazer uma demonstração do aparelho, pintado com o logótipo da polícia portuguesa e a voar sobre o Parque das Nações, na cidade de Lisboa.

No mês passado, os comandos da polícia também autorizaram a compra de três motas de água de grande potência e de uma embarcação semi-rígida com capacidade para dez pessoas, além da tripulação, e dois motores de 150 cavalos.

O custo total dos drones, das motas de água e da embarcação aproxima-se dos 300 mil euros.

A PSP comprou os drones portugueses Tekever AR1 Blue Ray à empresa Tekever, por um valor de cerca de 200 mil euros.

Estes drones têm duas câmaras para filmar e instrumentos de visualização remota, uma autonomia de voo de duas horas, um máximo de 150 metros de altitude e um alcance de 20 kms.

Os aparelhos pesam cinco quilos, têm uma envergadura de 1,8 metros e são lançados manualmente, aterrando com o auxílio de um pára-quedas. A velocidade maxima atingida é de 80 km/h.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor