PRISM como rede social

e-Marketing

O escândalo PRISM deixou muitos utilizadores em alerta para os perigos da privacidade online. O programa de espionagem da agencia de segurança nacional norte americana tem sido tema de vários sítios da web e um dos expoentes é a rede social PRISM. Ninguém sabe como é , apenas agentes da NSA, alguns consultores informáticos como

O escândalo PRISM deixou muitos utilizadores em alerta para os perigos da privacidade online.

social-networkO programa de espionagem da agencia de segurança nacional norte americana tem sido tema de vários sítios da web e um dos expoentes é a rede social PRISM.

Ninguém sabe como é , apenas agentes da NSA, alguns consultores informáticos como Edward Snowden, mas agora podem ter uma pequena ideia de como seria o PRISM se fosse uma rede social.

A Página da Iniciativa ajuda-nos a imaginar um sitio online que o segue para qualquer lado e o segue constantemente.

Impossível chatear o utilizador com pedidos de atualizações porque tudo é partilhado automaticamente com milhões de pessoas por todo o mundo.

O carregamento de dados é limitado e todos os conteúdos como mensagens, chamadas, programas de televisão, e-mails e histórico web ficam à mercê de todas as pessoas.

Os criadores do PRISM designam as gigantes tecnológicas (Google, Apple, Yahoo, Microsoft e Facebook), para quem é dirigida a alfinetada como “parceiros oficiais”.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor