CMU Portugal vai investir em projetos de Investigação Exploratória

Negócios
0 0 Sem Comentários

O Programa Carnegie Mellon Portugal (CMU Portugal) disponibilizou mais de 1 milhão de euros para apoiar Projectos de Investigação Exploratória nas mais diversas áreas. Os interessados podem candidatar-se até dia 12 de Abril.

O CMU Portugal, financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), já abriu as candidaturas para Projetos de Investigação Exploratória (Exploratory Research Projects), em áreas estratégicas emergentes.

O investimento total para as instituições de investigação portuguesas será de 700 mil euros, estando ainda disponíveis cerca de 470 mil euros adicionais para investigação, na Universidade de Carnegie Mellon, nos Estados Unidos da América.

O Programa CMU Portugal pretende receber candidaturas em Investigação integrada baseada no contexto do Atlantic International Research Center (AIR Center), Engenharia e Ciência de Dados, Ciência de Computadores, Engenharia Eletrotécnica e de Computadores, Matemática Aplicada e Políticas e Gestão de Tecnologia. Os projetos devem contribuir para o desenvolvimento dos objetivos descritos no sítio da FCT.

Segundo os responsáveis desta iniciativa,  o novo concurso demonstra “o empenho do Programa em continuar a colocar Portugal na linha da frente da Ciência e da Inovação e em construir um ambiente criativo e colaborativo entre Portugal e a Universidade de Carnegie Mellon.”

De acordo com o comunicado de imprensa, o financiamento agora anunciado soma aos 11,2 milhões já colocados em duas vagas da linha de apoio a Iniciativas Empreendedoras de Investigação (Entrepreneurial Research Initiatives – ERIs), em 2013 e 2014, que envolveram 12 projetos, e aos 300 mil euros investidos em dez Projetos de Investigação Exploratória, em 2014.

Estas iniciativas envolveram mais de 30 instituições de ensino superior e investigação e mais de 40 colaborações com empresas e instituições, incluindo hospitais.

As candidaturas devem ser apresentadas online através da página da FCT até às 17 horas (hora de Lisboa) de 12 de abril. O apoio máximo por projeto será de 100 mil euros.