Processo contra Baidu foi anulado

EmpresasNegócios

O Baidu conseguiu a demissão de um processo judicial norte-americano no qual ativistas pró-democráticos acusavam maior motor de busca chinês de suprimir ilegalmente artigos e conteúdos de índole política. Foram oito os norte-americanos que acusaram o Baidu de, sob ordens do governo chinês, desenvolver algoritmos que intentam o boqueio do acesso de utilizadores a artigos,

O Baidu conseguiu a demissão de um processo judicial norte-americano no qual ativistas pró-democráticos acusavam maior motor de busca chinês de suprimir ilegalmente artigos e conteúdos de índole política.

baidu

Foram oito os norte-americanos que acusaram o Baidu de, sob ordens do governo chinês, desenvolver algoritmos que intentam o boqueio do acesso de utilizadores a artigos, vídeos e outras informações que advoguem uma maior democracia na China.

Os queixosos exigiram uma quantia de 16 milhões de dólares pelo desrespeito dos direitos civis.

No entanto, o juiz distrital norte-americano Jesse Furman disse ontem que os resultados apresentados pelo Baidu encontravam-se em conformidade com a Constituição dos Estados Unidos da América, decretando a demissão do processo, iniciado em maio de 2011.

“Permitir que o processo avançasse e, ainda para mais, responsabilizar o Baidu pelos seus critérios de editoriais contrariaria o princípio no qual se apoiam o nosso sistema político e a nossa vivência cultural: cada um deve decidir por si mesmo que ideias e crenças são merecedoras de expressão, consideração e adesão”, disse o juiz Fruman, aquando da ilibação do Baidu.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor