Processador A7 deve ser 20% mais eficiente

EscritórioMac

O analista da KGI, Ming-Chi Kuo, considera que a nova série A, da Apple, vai ser baseada na arquitetura ARMv8. Recorde-se que o processador A6 foi construído com base na arquitetura ARMv7 que, praticamente, multiplicou a velocidade dos gráficos e reduziu o seu tamanho em cerca de 22%. Ao utilizar a arquitetura ARMv8 e ao

O analista da KGI, Ming-Chi Kuo, considera que a nova série A, da Apple, vai ser baseada na arquitetura ARMv8.

Chips_computer_mainboard

Recorde-se que o processador A6 foi construído com base na arquitetura ARMv7 que, praticamente, multiplicou a velocidade dos gráficos e reduziu o seu tamanho em cerca de 22%.

Ao utilizar a arquitetura ARMv8 e ao fazer ajustes de hardware e de software, a Apple deverá conseguir ampliar a eficiência do A7 em 20%, em relação à versão anterior do seu processador. Para ampliar os resultados, a empresa deverá incluir, também, a LPDDR3 RAM, uma especificação de memória mais rápida do que a LPDDR2, utilizada no A6.

Ming-Chi Kuo afirma, ainda, que não há evidências claras que indiquem que o A7 irá apoiar processos de 32 bits ou 64 bits, porém, refere que “não ficaria surpreso” ao ver o lançamento do suporte de 64 bits ainda este ano.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor