Primeiro Centro de Inovação da Konica Minolta Portugal será em Lisboa

Negócios

A Konica Minolta vai abrir um Centro de Inovação em Lisboa, o primeiro da empresa em Portugal. O anúncio é feito depois de a subsidiária portuguesa ter conseguido um crescimento de 2,3 por cento das vendas durante o ano fiscal 2014/2015. O projeto deste Business Innovation Center foi revelado hoje pelo diretor-geral da Konica Minolta

A Konica Minolta vai abrir um Centro de Inovação em Lisboa, o primeiro da empresa em Portugal. O anúncio é feito depois de a subsidiária portuguesa ter conseguido um crescimento de 2,3 por cento das vendas durante o ano fiscal 2014/2015.

chapter_innovation_bob

O projeto deste Business Innovation Center foi revelado hoje pelo diretor-geral da Konica Minolta Portugal, Vasco Falcão, e tem como propósito investigar de que forma podem os ambientes de trabalho, nomeadamente escritórios, atingir níveis mais altos de eficiência e produtividade através de tecnologia. Este centro “investiga o futuro”, comentou o executivo. As investigações contarão com a colaboração de universidades portuguesas, empresas e clientes da Konica Minolta. Foi dito ainda que o projeto conta com o apoio da AICEP – Associação Internacional das Comunicações de Expressão Portuguesa.

O CEO disse que os valores envolvidos na criação do Centro de Inovação não podiam ser revelados, visto tratar-se de um projeto em desenvolvimento e que abrange várias entidades. Contudo, soube-se que as operações deverão principiar ao longo do primeiro trimestre de 2016.

Durante o passado ano fiscal (de 1 de abril de 2014 a 31 de março de 2015), a empresa portuguesa registou vendas no valor de 22,385 milhões de euros, com um aumento de 6,5 por cento do número de colaboradores. Até 31 de março do próximo ano, a Konica Minolta projeta um aumento de cerca de 15 por cento do número de profissionais.

No período fiscal 2014/2015, a empresa conseguiu, segundo Vasco Falcão, reduzir o seu endividamento bancário a zero. Nesse mesmo ano, o segmento de negócio que mais cresceu foi o de Serviços, sendo que é também o que mais pesa em termos de percentagem de vendas.

O setor da saúde representa já nove por cento do total das vendas da Konica Minolta, com uma forte presença ao nível da área da Imagiologia (Raios-X, ultrassons, ecografias, etc).


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor