Presidente da PayPal vai trabalhar para o Facebook

e-Marketinge-PaymentNegóciosSoftware

David Marcus, presidente da PayPal, irá deixar a companhia no final de Junho para começar a trabalhar no Facebook. O executivo terá a seu cargo a área de Messenger, a aplicação de mensagens móveis da rede social. O até agora presidente da PayPal já tinha manifestado a sua vontade de abraçar novos desafios e a

David Marcus, presidente da PayPal, irá deixar a companhia no final de Junho para começar a trabalhar no Facebook. O executivo terá a seu cargo a área de Messenger, a aplicação de mensagens móveis da rede social.

David-Marcus

O até agora presidente da PayPal já tinha manifestado a sua vontade de abraçar novos desafios e a decisão de se mudar para o Facebook foi tomada após um encontro com Mark Zuckerberg. Sob a liderança de David Marcus, a PayPal apostou no mercado de pagamentos móveis nos últimos três anos.

Até que seja encontrado um sucessor, as funções de presidente da PayPal serão desempenhadas por John Donahoe, presidente da eBay (empresa que, recorde-se, detém a PayPal). Apesar de John Donahoe assegurar que esta mudança diretiva não causará impacto nos resultados financeiros da PayPal em 2015, o facto é que as ações da empresa caíram 2% após o anúncio.

Atualmente, há mais de 200 milhões de utilizadores a usar o Facebook Messenger, sendo que cerca de 12 mil milhões de mensagens são enviadas através desta plataforma todos os dias. David Marcus já se manifestou maravilhado com o potencial que estes dados oferecem, aos quais poderá, provavelmente, juntar a tecnologia da Whatsapp, que o Facebook comprou recentemente por 19 mil milhões de dólares.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor