Potências mostram preocupação com ataques digitais contra redes elétricas

CyberwarProjetosSegurançaSetor Público

Os países membros do G7 mostraram preocupação a respeito do risco de ataques cibernéticos contra redes elétricas, em resolução registada após uma reunião do grupo realizada esta semana em Hamburgo, na Alemanha.   Como explicou em entrevista coletiva o ministro alemão da Economia e Energia , Sigmar Gabriel, anfitrião do encontro, o advento das redes

Os países membros do G7 mostraram preocupação a respeito do risco de ataques cibernéticos contra redes elétricas, em resolução registada após uma reunião do grupo realizada esta semana em Hamburgo, na Alemanha.

rede eletrica

 

Como explicou em entrevista coletiva o ministro alemão da Economia e Energia , Sigmar Gabriel, anfitrião do encontro, o advento das redes elétricas inteligentes, acabam por facilitar os ataques digitais contra a infraestrutura elétrica dos países.

“Para um aumento da eficiência energética necessitamos melhorar a nossa infraestrutura. Não se trata apenas de criar redes mais longas, mas também redes inteligentes. Isso implica a digitalização, e isso traz o perigo dos ciberataques”, afirmou o ministro, como reportou a EFE.

De acordo com o documento, é vital a criação de contramedidas para evitarem-se ações potencialmente prejudiciais perpetradas por nações ou indivíduos que ameacem remotamente a integridade das redes elétricas.

Segundo o secretário de Energia dos Estados Unidos, Ernest Monitz, será necessária uma cooperação estreita com os responsáveis dos grandes consórcios energéticos para que salvaguardas sejam aplicadas.

*Jocelyn Auricchio é jornalista da B!T no Brasil


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor