Portuguesa E.Near abre 50 vagas em ano de crescimento

CloudEmpregoGestãoResultados
0 58 Sem Comentários

Com previsões de crescimento em torno dos 60% este ano, a empresa portuguesa E.Near abriu 50 vagas que pretende preencher até ao final de 2016.

A tecnológica portuguesa é especialista em nearshore e serve exclusivamente os mercados internacionais. Depois de ter faturado 2,5 milhões de euros em 2015, a E.Near prevê agora crescer 60% para 4 mlhões de euros, tendo já contratualizado este montante.

Fundada em 2013 por Nuno Melo, Inês Malheiro e Pedro Malheiro, a empresa já tem clientes em Inglaterra, Irlanda, EUA, Alemanha, Croácia e Suíça. Neste momento tem 75 colaboradores.

“A E.Near tem tido um desempenho em linha com o plano de negócios, que é o reflexo das nossas ambições. Faturámos 30 mil euros no ano da nossa fundação em 2013, 300 mil euros em 2014 e demos o salto para os 2,5 milhões de euros no ano passado”, revela o CEO, Nuno Melo.

“Desde sempre que tivemos a visão de entrar no segmento high-end e ser uma empresa de altíssima qualidade naquilo que nos especializámos – nearshore, apostando por um lado em pessoas qualificadas que conseguem dar cartas nos mercados internacionais, e por outro adicionando uma camada de gestão que permite obter um elevado grau de satisfação dos clientes”, congratulou-se.

Um dado interessante é que a E.Near tem um turnover de apenas 4%, o que significa que a sua força de trabalho é bastante estável.

Os serviços disponibilizados pela empresa vão da gestão de equipas à gestão de produto, passando pela gestão total do próprio projeto.

“Temos vantagens que advêm do país onde estamos localizados, da qualidade dos recursos humanos e da metodologia de gestão de entrega de software à distância, que é proprietária e que permite índices de qualidade, produtividade e poupança de custos extremamente elevados”, indica Nuno Melo.

O Reino Unido é o seu melhores mercado, representando já 2 milhões de euros, e a operação está em “franca expansão” nos Estados Unidos.

A próxima aventura será depois o alargamento para o Médio Oriente, nomeadamente para os Emirados Árabes Unidos. “Estamos já a desenvolver esforços no Qatar, onde a embaixada portuguesa iniciou recentemente a sua atividade, e temos também participado nalgumas missões empresariais à América Latina”, revela o responsável. Em Portugal, além de Lisboa e Covilhã, a empresa planeia abrir um escritório no Porto ainda este ano.

“Queremos que haja um reconhecimento mundial de que a melhor empresa de nearshore é a E.Near, que está em Portugal, e que em Portugal se constrói tecnologia com uma qualidade que não se consegue em mais nenhuma parte do globo.”

Vagas disponíveis

Para fazer face ao crescimento, a E.Near vai contratar 50 colaboradores ainda em 2016 e prevê criar mais 50 a 100 novos empregos no mercado nacional até final de 2017. Os requisitos passam por “competências tecnológicas e comportamentais”, entre as quais fortes conhecimentos de computer science e software, ambição e elevado grau de autonomia. As candidaturas podem ser enviadas para contact@enear.co.

A empresa, que foi uma das 3 nomeadas para o prémio de melhor outsourcing da Europa, está instalada no Parque das Nações.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor