Portugal Ventures aposta na startup Mapidea

EmpresasInovaçãoSoftware

A Portugal Ventures investiu na Mapidea, que passou a integrar o portfólio da empresa pública de capital de risco na área de Digital. A empresa do setor empresarial do Estado tem como missão colmatar insuficiências do mercado e impulsionar o ecossistema empreendedor nacional. O valor do investimento inicial na startup é de 250 mil euros.

De acordo com o comunicado de imprensa, a startup portuguesa desenvolve software de informação geográfica e criou uma ferramenta que permite a qualquer utilizador visualizar em mapas informações relevantes de negócio. Combinando informação interna com estatística e dados públicos, a Mapidea faz análises geográficas com os dados introduzidos. Por exemplo, num só mapa, uma cadeia de grande distribuição consegue visualizar a sua rede de lojas, a da concorrência e o perfil demográfico de potenciais clientes para decidir quais são as melhores localizações para novas aberturas.

“O investimento da Portugal Ventures é essencial para a concretização da missão da Mapidea: generalizar o acesso a ferramentas de Location Analytics a todas as organizações, por forma a criar maior valor de negócio e competitividade. Este investimento permite alavancar a nossa estratégia de crescimento: evoluir continuamente as funcionalidades do nosso produto e reforçar a área de marketing e de vendas, para criarmos uma rede internacional de parceiros comerciais e aceleramos a aquisição de novos clientes. Assumimo-nos no mercado empresarial de software geográfico como uma alternativa disruptiva e muito mais acessível aos players tradicionais desta área”, refere Miguel Marques CEO, professor e especialista em sistemas de informação geográfica e geomarketing.

Por um outro lado Miguel Fontes, Diretor Executivo da Start Up Lisboa, prefere realçar que “A Mapidea usa uma tecnologia altamente inovadora, criando soluções de análise geográfica que permitem combinar a localização com dados de negócio, otimizando todo o processo de tomada de decisão. Através da análise geográfica, consegue apoiar de forma completamente revolucionária as diferentes atividades de negócio. O seu enorme potencial de utilização,
aliado à sua proposta de valor, posiciona a Mapidea numa das startups atuais mais promissoras do ecossistema”.

É de recordar que a Mapidea foi fundada em Maio de 2014 por Miguel Marques e Eduardo Ramos, que desenvolveram uma carreira de consultoria de SIG (Sistemas de Informação Geográfica) na Novabase. A startup portuguesa foi “incubada” durante o evento Start Up Lisboa.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor