Portugal recebe primeiras academias mundiais da Siemens

NegóciosSoftware

A Siemens Portugal, o Instituto Politécnico de Leiria (IPL) e a Cadflow inauguraram as primeiras Academias Siemens de Product Lifecycle Management (PLM) e de Automação a nível mundial. Estas academias materializam um projeto de promoção da qualificação técnica de recursos e de dinamização da empregabilidade que pretende potenciar a colaboração entre as entidades envolvidas. Ao

A Siemens Portugal, o Instituto Politécnico de Leiria (IPL) e a Cadflow inauguraram as primeiras Academias Siemens de Product Lifecycle Management (PLM) e de Automação a nível mundial.

Siemens_Leiria_Academia

Estas academias materializam um projeto de promoção da qualificação técnica de recursos e de dinamização da empregabilidade que pretende potenciar a colaboração entre as entidades envolvidas. Ao dotar os estudantes de mais competências e conhecimentos técnicos nas áreas de Engenharia, Software e Automação Industrial, estas Academias irão proporcionar um contacto antecipado com a tecnologia que os estudantes irão encontrar mais tarde nas empresas em que vão trabalhar.

Tendo como objetivos principais contribuir para a revitalização da indústria nacional e dinamização da empregabilidade, através da aposta numa formação qualificada, estas Academias vêm dar resposta à necessidade de formação de colaboradores especializados sentida pelas indústrias locais e tradicionais portuguesas, como é o caso da indústria de moldes ou do vidro.

Assim, foi assinado um Protocolo de Cooperação entre o IPLeiria, a NERLEI- Associação Empresarial da Região de Leiria, a CEFAMOL – Associação Nacional da Indústria de Moldes e a Siemens Portugal que facilitará a integração dos estudantes das Academias de formação nas empresas da região de Leiria.

“Estas Academias reforçam o compromisso da empresa com o país e o investimento que tem vindo a fazer no desenvolvimento da engenharia portuguesa”, refere Carlos Melo Ribeiro, CEO da Siemens Portugal. “A qualificação de recursos e criação de conhecimento de elevado valor acrescentado são um passo importante na aproximação entre o ensino e o contexto industrial, essenciais para levar o país para a nova era da indústria, assente maioritariamente em automação e software”, acrescenta.

“Acolher as Academias Siemens é motivo de satisfação na medida em que representa o reconhecimento e a confiança que um grande empresa de âmbito mundial deposita em nós e na nossa capacidade para ministrar formação técnica altamente qualificada”, afirma Nuno Mangas, presidente do IPLeiria. “Estes projetos são de grande relevância, quer para o nosso instituto e para a formação dos nossos estudantes, quer para responder a necessidades do tecido empresarial”, conclui.

“Estas Academias irão dotar o IPLeiria com soluções tecnológicas de ponta, potenciando a inovação e a qualidade da oferta educativa assentes nos mais avançados standards tecnológicos na área do software industrial”, destaca Victor Oliveira, administrador da Cadflow.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor