Portugal lidera ranking de pedidos de registo de patentes na Europa

EmpresasNegócios
0 2 Sem Comentários

Portugal é o país que registou o maior aumento do número de pedidos de registo de patentes. De acordo com Instituto Europeu de Patentes (IEP), houve um aumento de cerca de 8,5% em 2016, um dos maiores aumentos na Europa e que contrasta fortemente com a média de -0.6% da União Europeia.

No ano passado, as empresas, centros de investigação e universidades portuguesas submeteram 153 pedidos de registo de patentes junto do IEP.  Em comparação com 2015, são mais 12 pedidos. O número de patentes europeias concedido a centros de investigação e empresas portuguesas pelo IEP aumentou de 28,3% para 59%, sendo o mais elevado nos últimos dez anos.

No total, o Instituto Europeu de Patentes recebeu aproximadamente 160 mil pedidos de registo de patentes no ano passado, estando em pé de igualdade com o número recorde atingido no ano anterior.

“Os resultados de 2016 confirmam a atratividade da Europa enquanto líder do mercado global no âmbito da inovação,” afirmou o Presidente do IEP, Benoît Battistelli. O presidente acrescenta ainda que “numa conjuntura política e económica em constante mutação, as empresas de todo o mundo mantiveram a sua procura por proteção de patentes na Europa.”

No entanto, Battistelli faz uma ressalva ao afirmar que “apesar de assistirmos a um crescimento impressionante no número de pedidos de registo de patentes com origem na Ásia, as empresas europeias mantêm o papel de líderes na inovação e crescimento no seu mercado de origem, provando a sua resiliência face a condições económicas adversas.”

No caso português, a empresa Novadelta- Comércio e Indústria de Cafés é a principal líder, no que diz respeito aos pedidos de registo de patentes em 2016. No total houve 12 pedidos, que representa um aumento de cinco pedidos ante o ano anterior. Em segundo lugar, encontra-se a Saronikos Trading and Services, com oito pedidos seguindo-se a Bial-Portela com seis pedidos e finalmente a Universidade do Porto com cinco pedidos.

A região do Minho e Douro Litoral apresenta o maior número de pedidos de registo de patentes, liderando o ranking regional com 41%.

A cidade de Lisboa lidera, por sua vez, o ranking de cidades. Em 2016, a capital apresentou 28 pedidos de registo de patentes, estando à frente do Porto (19) e Braga (16).

Pelo segundo ano consecutivo, a empresa multinacional tecnológica Philips submeteu o maior número de pedidos de registo de patentes em 2016, enquanto que Huawei e a Samsung completam o pódio.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor