Portugal fez apenas um pedido de informação ao Twitter em 2014

e-RegulaçãoLegal

O Twitter revelou o mais recente relatório de transparência referente aos últimos seis meses de 2014. Entre os países com maior número de pedidos de informação ou de remoção de tweets encontram-se os EUA, a Turquia e a Rússia. Portugal efetuou apenas um pedido. As estatísticas em relação aos pedidos de informações e remoção de

O Twitter revelou o mais recente relatório de transparência referente aos últimos seis meses de 2014. Entre os países com maior número de pedidos de informação ou de remoção de tweets encontram-se os EUA, a Turquia e a Rússia. Portugal efetuou apenas um pedido.

Twitter

As estatísticas em relação aos pedidos de informações e remoção de conteúdos na rede social Twitter, entre julho e dezembro de 2014, foram apresentados e pautam-se pelo crescimento acentuado do número de utilizadores que fazem este tipo de pedidos.

Os relatórios de transparência de redes sociais ou motores de busca visam perceber se as políticas de privacidade estão ou não a ser cumpridas e tentar ter uma visão clara do comportamento não só dos utilizadores como das entidades governamentais que utilizam estes sites como fonte de informações privadas.

Os pedidos de remoção de tweets foram realizados a partir de mais de 50 países, tanto pelos próprios utilizadores como pelos governos. A eliminação de conteúdo está muitas vezes relacionada com a existência de tweets considerados ofensivos, abusivos ou difamatórios e, nesta matéria, a Turquia tomou o primeiro lugar. Este país fez 477 pedidos de remoção o que representa um aumento de 150 por cento em relação aos seis meses anteriores.

Enquanto os pedidos de eliminação de tweets registaram um aumento de 84 por cento, os pedidos de informações por parte de entidades governamentais subiram 40 por cento. O Twitter respondeu a 52 por cento dos casos.

Quanto a Portugal, houve apenas um pedido de informação que terá sido rejeitado.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor