PJ efetua buscas na Portugal Telecom

OperadoresRedes

A Polícia Judiciária está a efetuar buscas na sede da Portugal Telecom, ligadas ao investimento feito na Rioforte, empresa que pertencia ao Grupo Espírito Santo e onde a PT investiu 897 milhões de euros. As buscas estão a ser feitas na sede da empresa, um edifício localizado em Picoas, em Lisboa. Em comunicado, a Procuradoria-Geral

A Polícia Judiciária está a efetuar buscas na sede da Portugal Telecom, ligadas ao investimento feito na Rioforte, empresa que pertencia ao Grupo Espírito Santo e onde a PT investiu 897 milhões de euros.

transferir

As buscas estão a ser feitas na sede da empresa, um edifício localizado em Picoas, em Lisboa. Em comunicado, a Procuradoria-Geral da República já confirmou as buscas feitas na PT SGPS, no “âmbito de um inquérito em investigação no Departamento Central de Investigação e Ação Penal.”

Estão a ser investigadas as aplicações financeiras da PT, já que, no comunicado, fala-se em “suspeitas de participação económica em negócio e burla qualificada.”

De acordo com a SIC, as buscas estendem-se também à PwC, empresa responsável pelo relatório da auditoria que tem em conta os investimentos feitos pela Portugal Telecom nas empresas do GES, a partir de 2000. No entanto, a PwC ainda não confirmou oficialmente a presença na Polícia Judiciária nas instalações da empresa.

A auditoria já estará concluída, mas ainda não foi apresentada à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários, entidade que também auxilia o Ministério Público na investigação. A CMVM ainda só terá tido acesso a uma versão provisória, que não tem valor jurídico para a investigação.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor