Philips prepara-se para “o próximo século”

Negócios

A Philips informou que planeia dividir a empresa em duas, separando os sectores de iluminação e de cuidados de saúde. O objetivo é criar um negócio de iluminação independente e fundir as divisões de consumo e saúde numa só.   Apesar da separação ambas as empresas continuarão a ter sede na Holanda e a usar

A Philips informou que planeia dividir a empresa em duas, separando os sectores de iluminação e de cuidados de saúde. O objetivo é criar um negócio de iluminação independente e fundir as divisões de consumo e saúde numa só.

Philips

 

Apesar da separação ambas as empresas continuarão a ter sede na Holanda e a usar o nome Philips.

O presidente executivo, Frans van Houten disse que o objetivo deste movimento é feito para preparar a empresa para “o próximo século”.

“Eu aprecio a magnitude da decisão que estamos a tomar, mas é a hora certa para dar o próximo passo estratégico para a Philips, à medida que continuamos em nossa transformação. Ambas as empresas serão capazes de fazer os investimentos necessários para impulsionar o crescimento e a lucratividade da unidade, em última análise, podem gerar muito mais valor para nossos clientes, funcionários e acionistas” afirmou Van Houten.

A separação das duas divisões vai custar cerca 50 milhões de euros por ano até 2016, nesse ano espera-se que economize cerca de 300 milhões de euros.

A empresa holandesa com esta decisão quer criar duas empresas líderes de mercado, a HealthTech e Lighting, com ambas a usarem a marca Philips.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor