PHC registou crescimento nos mercados externos

Negócios

As receitas totais da PHC nos mercados externos foram de oito milhões de euros em 2014. O aumento de 39 por cento das vendas e de seis por cento dos clientes e utilizadores finais foram os fatores responsáveis pelo crescimento. Ultrapassando em 500 mil euros o objetivo de vendas estipulado para 2014, as receitas refletem

As receitas totais da PHC nos mercados externos foram de oito milhões de euros em 2014. O aumento de 39 por cento das vendas e de seis por cento dos clientes e utilizadores finais foram os fatores responsáveis pelo crescimento.

crescimento growthUltrapassando em 500 mil euros o objetivo de vendas estipulado para 2014, as receitas refletem o reforço que a fabricante portuguesa de software de gestão tem feito ao nível da sua estratégia de expansão internacional. Em Angola, Moçambique, Espanha e Reino Unido este aumento o aumento das receitas foi mais notório.

A maior parte das receitas da PHC é gerada aquém das fronteiras nacionais, mas os mercados externos representam agora cerca de oito por cento do total de receitas da PHC, representando um crescimento anual de 48 por cento.

No ano passado, a empresa portuguesa reforçou também o seu programa de parceiros Together. A sua rede de parceiros da solução PHC CS conta com 404 empresas e a da solução PHC FX regista 293 parceiros. A ampliação do seu portfólio de parceiros resultou também no aumento do volume de clientes finais e utilizadores. Assim, passou para 26,846 mil o número de clientes da solução PHC CS e para 28,516 mil os clientes da PHC FX. A base de utilizadores de ambas as soluções subiu seis por cento, para os 131,174 mil.

Paralelamente a um aumento de 16 por cento das vendas da PHC CS e de 13 por cento das subscrições da PHC FX, a empresa reforçou a sua força de trabalho, com a adição de 14 novos funcionários. Assim, a PHC tem uma equipa que totaliza os 163 profissionais, que operam diretamente em Portugal, Espanha, Reino Unido, Angola e Moçambique.

“O ano de 2015 da PHC será repleto de projetos ambiciosos”, disse à B!T Ricardo Parreira, CEO da PHC, “nomeadamente ao nível da internacionalização, onde pretendemos entrar em novas geografias e consolidar as operações nos países onde já estamos. Paralelamente, pretendemos reforçar a nossa equipa em várias áreas estratégicas, com mais de 20 vagas em aberto que queremos preencher em 2015. Acreditamos que será mais um ano de contra-ciclo, mas estamos confiantes de que iremos continuar a contrariar essa tendência com uma aposta contínua na inovação”.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor