PGNiG SA implementa solução da Commvault para simplificar o cumprimento do GDPR

Data-StorageNegóciosSegurança

A Commvault anuncia que a Polskie Górnictwo Naftowe i Gazownictwo SA (PGNiG), um dos maiores conglomerados europeus dedicados à exploração, produção e distribuição de gás natural, implementou a Commvault Data Platform para gerir os seus dados de extremo a extremo. A empresa melhorou a eficiência de custos e o acesso à informação, ao mesmo tempo que reduziu o risco para o negócio.

Como uma das organizações mais importantes cotada na Bolsa da Polónia (Warsaw Stock Exchange – WIG 20), a maioria dos dados da PGNiG são extremamente sensíveis e requerem processos de cumprimento normativo e de segurança muito rigorosos. Devido a isto e tendo em conta que se preparam novas leis sobre proteção de dados, como o GDPR (European General Data Protection Regulation), a PGNiG necessitava de uma classificação de dados totalmente granular, gestão de acessos e relatórios que especificassem com que tipo de dados contam.  Ao mesmo tempo, a empresa necessitava de um sistema de proteção de dados centralizado e consolidado para as suas cinco delegações como parte de um único domínio de backup.

A implementação, realizada em três etapas, cobria inicialmente a proteção de ambientes virtuais, os dispositivos móveis e o arquivo de email, tendo sido depois expandida à segurança de aplicações, segurança de dispositivos móveis dedicados, proteção de dados para as delegações e ampliação do arquivo ao sistema de correio eletrónico MS Exchange com elementos de cumprimento normativo, como cópia de jornaling, indexação de dados de texto completo e painel de controlo para as equipas de segurança. Estas características ajudam a assegurar o cumprimento, aceleram os processos de auditoria e permitem atribuir processos de retenção legal.

Anteriormente, a PGNiG utilizava diferentes soluções em paralelo. Depois da implementação da Commvault, aos dados salvaguardados são atribuídos cinco níveis definidos de forma precisa. Consoante o nível com que sejam classificados os dados, estes são assegurados com RTOs e RPOs diferentes, em conjunto com guias de retenção e backup separados.

A solução da Commvault minimiza os riscos para o negócio ao proporcionar proteção completa de todos os ambientes virtuais, estações de trabalho e backup do sistema de email MS Exchange. Além do arquivo de email e proteção de aplicações para servidores Oracle e armazenamento Exadata, a implementação cobrirá cerca de 500 postos de trabalho. No total, a Commvault protegerá aproximadamente 200 TB de dados, incluindo 90 TB de dados num ambiente virtual, 75 TB de dados de aplicações, 25 TB como parte do Sistema de email e 15 TB de dados de dispositivos móveis.

“Descobrimos o enorme potencial da plataforma da Commvault durante um workshop de transformação organizado pela empresa, em que a Commvault avaliou a maturidade da nossa organização na área da gestão de dados e da informação”, conta Przemysław Wesołowski, diretor de Infraestrutura de TI da PGNiG SA.

“O workshop terminou com recomendações que nos proporcionaram uma grande vantagem competitiva, ao fazerem com que os sets de dados fossem rápida e facilmente visíveis para os nossos executivos, assim como ao proporcionar uma maior velocidade e precisão em termos de cumprimento normativo – um fator crítico quando o nosso negócio conta com tantos dados comerciais sensíveis e quando em 2018 entra em vigor o GDPR”, explica o executivo.

O arquivo do sistema de email da PGNiG também permite reduzir de forma significativa, em 50 a 60 por cento, o volume de dados geridos em MS Exchange. O processo reduz as janelas de backup e os custos de licenças. As cópias de segurança de dados de menor importância comercial, tais como do sistema de correio eletrónico ou ficheiros não estruturados, são transferidas para o sistema de arquivo da Commvault Platform, o que reduz custos e mantém o acesso completo aos backups. No futuro, também será configurado um centro de recuperação de desastres para suportar os dados mais críticos, assim como um sistema de replicação de dados para o centro de apoio.

“Estamos muito satisfeitos por vermos um dos organismos multinacionais mais importantes da Polónia a utilizar a nossa solução para obter vantagem competitiva e garantia de cumprimento legal”, afirma Agnieszka May-Sadowska, vice-presidente da região Centro e Este da EMEA da Commvault.

“Com as empresas a enfrentar universalmente um enorme crescimento dos dados e novos requisitos tecnológicos e de negócio, é necessário oferecer-lhes soluções para desenvolver a sua infraestrutura de forma simples e sem grandes investimentos. A proporciona flexibilidade, escalabilidade e valor de negócio através de uma combinação de infraestrutura de hardware existente ou novos investimentos na cloud” acrescenta a responsável.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor