Pensar fora da caixa sobre ciência e tecnologia

Negócios

O objetivo do INESC TEC ao organizar um evento científico irreverente foi o de passar a iniciativa a jovens investigadores que adotassem, na discussão dos temas a abordar, uma postura jovem e ousada, que desmistificasse a ideia de que a ciência é teórica, pouco dinâmica, complexa, confusa ou apenas para nerds. A adesão foi tão

O objetivo do INESC TEC ao organizar um evento científico irreverente foi o de passar a iniciativa a jovens investigadores que adotassem, na discussão dos temas a abordar, uma postura jovem e ousada, que desmistificasse a ideia de que a ciência é teórica, pouco dinâmica, complexa, confusa ou apenas para nerds. A adesão foi tão grande que são mais de 200 os jovens estudantes investigadores, docentes e empresários que vão estar no dia 4 de junho no INESC TEC a pensar fora da caixa e a discutir ciência e tecnologia.

think outside the box

Um concurso de empreendedorismo, protótipos tecnológicos que ajudem a combater problemas sociais, testemunhos de antigos colaboradores responsáveis pela criação de empresas, patentes ou spin-offs, uma mostra tecnológica de 12 áreas científicas distintas, concertos, atividades de slide e escalada – tudo isto numa tenda montada em frente ao edifício sede do INESC TEC, no Campus da FEUP, no Porto.

O conceito foi adaptado de universidades norte-americanas diretamente para a cidade do Porto e culminou num evento denominado “O Efeito Eureka”, que está a ser organizado por um grupo de jovens investigadores do INESC TEC e que pretende abrir portas a toda a comunidade científica e académica que pretenda assistir.

“No início do ano fomos desafiados pelos membros da Direção do INESC TEC a organizar, no âmbito das comemorações dos nossos 30 anos, um evento out of the box, diferente do que habitualmente se faz em Portugal. Foi nesse sentido que nasceu “O Efeito Eureka”, que vai começar numa tenda montada em frente ao edifício sede e vai terminar na baixa portuense. A ambição da comitiva organizadora, que é constituída por 8 investigadores pertencentes a áreas científicas completamente distintas, era enorme, mas achamos que passamos no teste e superamos as expetativas”, refere Ana Rita Tedim, investigadora do INESC TEC, que faz parte da comissão organizadora.

As cortinas da tenda vão abrir às 09h30 para receber os convidados. A parte da manhã vai contar com um concurso de empreendedorismo “Aprendendo a Voar” que vai dar oportunidade a vários jovens de apresentarem uma ideia com potencial de negócio perante um painel de investidores constituído por membros da Portugal Ventures, Caixa Capital, 2bpartner, Invicta Angels, ESVentures e Change Partners. Durante o almoço vai decorrer o primeiro concerto do dia.

A parte da tarde inicia-se com uma iniciativa chamada “Desafio Social”. Ao longo de vários meses, os investigadores do INESC TEC fizeram um levantamento de problemas/necessidades junto de ONG, IPSS e empresas sociais para perceber que tipo de soluções de cariz tecnológico as pode ajudar a resolver estes problemas. São essas ideias de soluções tecnológicas que vão ser apresentadas a partir das 14h30 do dia 4 de junho.

A última iniciativa da tenda, as “Talks”, tem início às 16h30 e vai receber o testemunho de antigos colaboradores do INESC TEC que criaram as suas próprias empresas ou spin-offs – Kinematix, HBM Fibersensing, Xarevision e a Mog.

Para além destas três iniciativas, durante todo o dia vai estar fora da tenda uma parede de escalada e na tenda uma mostra de protótipos. Drones que vão fornecer internet wireless a toda a tenda, uma bicicleta real e instrumentada que através de realidade virtual faz com que o condutor esteja sujeito a vários estímulos multissensoriais, um robô manipulador móvel que opera na produção de navios, sistemas de microgeração de energia e mais 15 protótipos farão parte do “INESC TEC para Totós”. Durante a tarde (das 14h30 às 17h30) todos os participantes vão ter a possibilidade de responder a um quiz com 20 questões sobre o instituto e o vencedor vai poder ganhar um tablet.

O encerramento do evento na tenda ocorre por volta das 18h30 e conta com a entrega de prémios aos vencedores do “Aprendendo a Voar” e “Desafio Social”, num valor total de cerca de 3 mil euros, e com um momento musical. “O Efeito Eureka” continua na baixa portuense com um jantar e com uma passagem pelo espaço cultural “Maus Hábitos”, que vai receber a atuação das bandas Purple Weed e Lyzzard, com um custo de 3 euros por pessoa.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor