Pavnext vence 5.ª edição do Big Smart Cities

InovaçãoMobilidade

A solução que usa pavimentos rodoviários inteligentes que aproveitam a energia cinética dos veículos, para reduzir a  sua velocidade e converter essa energia em eletricidade limpa, foi a grande vencedora do Big Smart Cities deste ano.

A startup portuguesa Pavnext recebe assim um prémio monetário de 10 mil euros, incubação no Vodafone Power Lab e uma viagem a Estocolmo para conhecer aos pólos de inovação da Ericsson.

A solução foi criada por um engenheiro eletrotécnico (Francisco Duarte), um gestor (João Champalimaud) e uma designer (Sílvia Soares) e promove não só a segurança rodoviária como a sustentabilidade ambiental. O sistema da Pavnext poderá substituir as lombas e ao mesmo tempo criar energia elétrica ‘limpa’ para iluminação pública.

Por outro lado, o piso inteligente permite gerar dados de tráfego e de velocidade, da energia gerada e consumida, possibilitando a criação de relatórios e a otimização de consumos energéticos em tempo real.

Além do vencedor foram ainda distinguidos outros projetos. O prémio Vodafone, no valor de 2500 euros, foi para a Tram Grid, que desenvolveu um carregador rápido de veículos elétricos que se ‘alimenta’ das redes aéreas dos elétricos / comboios. O prémio Ericsson, também no mesmo valor, foi para a Smart Forest, uma solução de rede integrada de sensores, cuja informação pode ser facilmente consultada e utilizada, por exemplo, para a mitigação do risco de incêndio, um tema bastante atual e sensível no nosso país.

Já a menção honrosa (Prémio do público) foi atribuído à Tibu, uma aplicação móvel que conecta viajantes independentes a pessoas locais com experiência.

Os vencedores da competição vão agora poder testar os seus projetos-piloto no município de Cascais, naquela que será a primeira cidade experimental para startups do país.

Os vencedores da competição de empreendedorismo e inovação foram anunciados ontem à tarde no Centro Cultural de Cascais. A iniciativa que é promovida pela Vodafone e pela Ericsson, com o apoio de da Câmara Municipal de Cascais, contou com a presença do Ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, do Presidente da CMC, Carlos Carreiras, do CEO da Vodafone, Mário Vaz, e do Presidente da Ericsson, Pedro Queirós.

O BIG Smart Cities foi criado em 2013 e, nesta edição, registou o maior número de candidaturas de sempre, com a participação de quase 240 equipas. Os 20 finalistas foram apurados por inscrições online e eventos realizados em várias cidades portuguesas (Braga, Porto, Évora, Coimbra e Lisboa).


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor