Quantcast
Especial 2015

Your title here

Como correu 2015? O que esperam as TI de 2016?

O mundo mudou, as economias também e, por consequência, as empresas acabaram por ter de se ajustar a todo este ambiente. E a tal digitalização dos negócios parece ser inevitável. O que espera a indústria das TI do seu mercado?E o que espera o mercado das TI? A “B!T” ouviu os vários players para saber em que pontos estamos e para onde caminhamos.


Especiais

IBM: O ano da Era Cognitiva

João Gonçalves, diretor de Global Technology Services da IBM Portugal não tem qualquer dúvida: 2015 figurará indiscutivelmente como um dos anos mais marcantes da História de mais de um século de vida da IBM. Foi o ano da Era Cognitiva, que o executivo profetiza representar uma viragem no mundo empresarial, em que a Inteligência Digital se assume como fator determinante e potenciador do Negócio Digital.

Leia mais
 

Create It: A conquista de projetos internacionais de dimensão relevante

O ano de 2015 foi um ano de mudança e crescimento, tendo a Create It mudado de escritório, crescido em dimensão e volume de negócios – quer em termos nacionais, quer em termos internacionais – e lançado novos e importantes projetos, disse à B!T Nuno Guerra, CEO da Create IT.

Leia mais
 

InnoWave: objetivo de crescer 41% foi atingido

Os números de 2015 foram simpáticos para a InnoWave. A empresa excedeu os objetivos para o negócio a partir da InnoWave Portugal (doméstico e internacional), ficou em linha no negócio a partir da subsidiária no Reino Unido e abaixo no negócio a partir da subsidiária Belga. De maneira agregada, ficaram em linha com os objetivos ambiciosos que o CEO Tiago Gonçalves tinha definido: crescer 41%.

Leia mais
 

SISCOG: Um percurso consistente

Crescimento continuado. Quer em termos de faturação, de novos clientes e de novas oportunidades como de número de colaboradores. Foi assim que Natalina Magro, responsável de Desenvolvimento Estratégico, classificou o 2015 da SISCOG.

Leia mais
 

Sitel: ano de investimento em Portugal

2015 foi um ano bastante positivo. A Sitel reforçou a sua posição no panorama nacional e registou dados de crescimento muito interessantes, disse à B!T Benedita Miranda, country manager da Sitel Portugal.

Leia mais
 

SUSE: Tecnologias de código aberto ganham terreno

O ano de 2015 foi marcado pela instabilidade política em Portugal, com consequências económicas e financeiras para o mercado das TIC. Michael de Castro, gestor da SUSE Portugal admite que a redução dos investimentos e orçamentos para TIC motivou a renegociação de contractos e a procura de soluções alternativas mais eficientes.

Leia mais
 

WinTrust: o melhor ano de sempre

A indústria de testes de software vive atualmente um bom momento e os portugueses têm uma vocação inata para a prática de testes de software, diz Filipe Nuno Carlos, Managing Partner na WinTrust.

Leia mais
 

PrimeIT: Novos escritórios em Porto e Madrid

2015 foi um ano extremamente positivo para a PrimeIT. “Foi um ano de crescimento e de consolidação, durante o qual atingimos todos os objetivos aos quais nos propusemos”, disse Joana da Ponte Lopes, marketing e comunication manager da primeIT.

Leia mais
 

BQ: O ano da Internet das Coisas

Em 2015 assinalou-se o ano internacional da luz que inspirou um novo projeto IoT da BQ: o Halu. “A IoT está a revolucionar a forma como interagimos com os objetos e na BQ fazemos parte dessa mudança e queremos fazê-lo com um elemento fundamental à vida: a luz!”, disse à B!T Rodrigo del Prado, diretor-adjunto da BQ.

Leia mais
 

GSTEP: Empresas repensaram estratégias de TI

O ano de 2015 foi um ano de consolidação onde as organizações tiveram que repensar os seus modelos de negócio. Na sequência deste processo, surgiu a necessidade de reorganizar os processos de orçamentação e controlo financeiro, assim como de novas abordagens na análise de indicadores analíticos. Uma excelente notícia para a GSTEP, portanto.

Leia mais
 

JP-IK: Consolidação de portfólio e projetos

O ano de 2015 foi, para a JP – inspiring knowledge, um ano de consolidação de portfólio e projetos, sobretudo no que toca ao negócio da educação. E um ano de continuidade e fortalecimento do negócio da distribuição, disse João Paulo Sá Couto, presidente da JP – inspiring knowledge.

Leia mais
 

VPS Group: Validação de novos modelos de negócio

O ano de 2015 foi de consolidação da operação e validação dos novos modelos de negócio que a ISA Energy – VPS Group identificou com maior potencial de crescimento.

Leia mais
 

ITEN: Consolidação da estratégia e presença internacional

O ano de 2015 foi muito positivo para a ITEN, disse à B!T Jorge Queiroz Machado, CEO da ITEN, empresa que resultou da operação de cisão-fusão da Prológica e a CPCis. “Atingimos os nossos objetivos e continuamos a trajetória de crescimento que temos tido desde o início. Foi também um ano de investimento em novos mercados e segmentos, onde demos os primeiros passos e conseguimos alguns projetos interessantes e estruturantes”.

Leia mais
 

ebankIT: Ano marcado pela entrada em novos mercados

O ano de 2015 foi um ano muito bom para a ebankIT em várias frentes, tendo conseguido uma grande notoriedade de marca e de produtos, com vários reconhecimentos a nível internacional, disse à B!T o CEO João Lima Pinto.

Leia mais
 

IFS: Abertura da filial em Lisboa foi fundamental

À semelhança de 2014, este ano foi extremamente positivo para a IFS. A nível internacional a empresa tem vindo a consolidar a sua operação com crescimentos em cadeia na ordem dos 8% conforme descrito nos relatórios intermédios que são publicados a cada trimestre, explicou Gustavo Brito, Managing Director da IFS Iberica.

Leia mais
 

Quidgest: Abordagem a novos mercados

O ano que agora finda foi positivo e interessante, disse João Paulo Carvalho, senior partner da Quidgest. “Este ano não foi um ano de mudança na Administração Pública Portuguesa, já que essa mudança deu-se por consequência da crise financeira que se abateu em 2011. Já lá fora, alguns mercados como Angola e Moçambique reduziram a dinâmica de anos anteriores”.

Leia mais
 

AMT Consulting: Simplificar, simplificar, simplificar

Apesar de um ano com dificuldades, em termos de evolução de negócio, o mesmo foi muito positivo no crescimento da AMT. “Conseguimos executar os primeiros projetos Cloud RH de SAP em Portugal, e estamos a apostar no novo CRM Cloud da SAP, o C4C”, disse Joaquim Francisco, partner da AMT Consulting.

Leia mais
 

Cilnet: O ano com a melhor faturação de sempre

o nível de faturação, 2015 foi o melhor ano de sempre da Cilnet, disse à B!T João Martins, board member desta empresa de serviços de engenharia na área das Tecnologias de Informação.

Leia mais
 

Altitude Software: O ano em que a solução uCI 8 se “massificou”

Crescimento. É esta a descrição do ano para a Altitude. A empresa contou com um aumento das receitas perto dos dois dígitos, com destaque para a performance de negócio no Brasil, Europa do Sul e França, disse à B!T David Romero, CMO da Altitude Software.

Leia mais
 

Konica Minolta: Transformação digital projeta resultados financeiros

Otimismo. Os últimos 12 meses foram muito positivos para a Konica Minolta que, de resto, tem crescido em vendas desde 2008. “2015 foi um ano em que procurámos manter esta tendência e, apesar do nosso ano fiscal ainda não ter acabado – está ajustado à nossa casa mãe japonesa –, o nosso balanço é para já muito positivo”, disse Vasco Falcão, diretor-geral da Konica Minolta Portugal.

Leia mais
 

Panasonic: Expectativas de crescimento não se confirmaram

O ano de 2015 foi negativo em todo o setor de Eletrónica de Consumo e Foto em Portugal, com uma queda em redor de 14% segundo os últimos dados disponíveis. Contudo, apesar da queda generalizada do mercado, 2015 foi um ano de consolidação para a Panasonic em alguns segmentos, confessou José António Ferreira, diretor-geral da Panasonic Portugal.

Leia mais
 

SAS: Hoje, a necessidade é analítica

Para o SAS, 2015 foi o ano de consolidação de três pilares fundamentais: desenvolvimento de negócio; reforço do SAS como principal fornecedor na área analítica e continuar a ser uma das melhores empresas para trabalhar, disse à B!T Fernando Braz, diretor executivo do SAS Portugal.

Leia mais
 

Decunify: celebração dos 15 anos

O ano de 2015 revelou-se um ano muito interessante e de crescimento para a Decunify, disse à B!T o CEO José Manuel Oliveira. “Embora se tenha assistido a uma ligeira contração do investimento no último trimestre deste ano, os três primeiros trimestres de 2015 mostraram uma evolução muito positiva”.

Leia mais
 

Check Point: aumento de sensibilidade… mas não de orçamento

O ano de 2015 foi bom não só para o negócio da Check Point como o negócio da segurança em geral. Mas, apesar de tudo, a realidade portuguesa ainda fica um pouco distante dos números esperados e praticados em outras geografias.

Leia mais
 

GTI Software: crescimento de 51%

João Tavares, diretor-geral da GTI Software, diz que com o crescimento que tem sentido em termos de estabelecimento de parcerias e entrada de novos clientes, a empresa está a ir numa direção bastante frutífera. “À data de hoje, levamos um crescimento de 51% face ao mesmo período transato”.

Leia mais
 

Talentia Software: O ano da consolidação

Do ponto de vista corporativo, 2015 foi um ano de consolidação para a Talentia Software. “Foi bastante relevante assumir uma nova presença no mercado como produtores e implementadores de soluções de software de Gestão Empresarial (Gestão de Recursos Humanos e Gestão de Performance)”, disse à B!T Enrique Escobar, managing director Iberia da Talentia Software.

Leia mais
 

Transcom: processos, tecnologia e pessoas

ositivo e interessante. Para a Transcom, o ano de 2015 pode ser adjetivado desta forma, pelo menos no que à região Espanha-Portugal & América Latina se refere. E partindo do geral para o particular, Fernando Oliveira, Portugal Unit Manager da Transcom, diz não poder deixar de fazer uma referência especial ao facto de terem vencido o prémio de “Melhor Outsourcer” do ano de 2015 nos Prémios CRC Oro (Espanha).

Leia mais
 

PSE: Oferta diferenciadora garante sucesso

O ano de 2015 foi de mudança e confirmação para a PSE. Sobretudo de “mudança e afirmação da estratégia de crescimento através da prestação de serviços profissionais e de consultoria de valor acrescentado para os nossos clientes”, disse o CEO João Pequito.

Leia mais
 

ShoreTel: ano de crescimento

O ano de 2015 foi de crescimento, diz Jorge Malheiro, ShoreTel Partner. “Acabámos com mais de 1000 extensões ShoreTel instaladas. Existem cada vez mais linhas SIP implementadas o que faz com que exista a necessidade de migração de antigos e tradicionais sistemas de comunicações para os novos sistemas integrados de Comunicações Unificadas”.

Leia mais
 

NetApp: Empresas preocupadas com a interoperabilidade entre clouds

2015 foi um ano muito interessante que representou um forte crescimento para a NetApp e a consolidação em alguns grandes clientes. Daniel Cruz, Territory Manager NetApp Portugal, diz ainda que foi um ano em que o mercado esteve muito ativo e em busca de novas soluções incorporando as mais recentes tecnologias de forma a lançar serviços disruptivos.

Leia mais
 

Cisco: Empresas assumem-se como digitais

Foi um excelente ano para a Cisco, diz Sofia Tenreiro, diretora-geral para o mercado português. “Temos uma visão clara e a estratégia está a ser muito bem executada, permitindo-nos liderar a grande transformação que o mercado está a viver”.

Leia mais
 

Commvault: ecossistema de parceiros robusto e com compromisso

2015 foi um ano de recuperação da economia portuguesa, com bons indicadores ao nível de resultados e investimentos no setor das Tecnologias de Informação e Comunicação.E David Guimarães, territory manager da Commvault para Portugal, diz que precisamente o aparecimento da Commvault é um sinal disso mesmo.

Leia mais
 

Anturio Corporation: Moçambique e Madeira no horizonte

O ano corrente foi um ano de crescimento para a Anturio Corporation, a empresa registou um crescimento de 50% na sua faturação face a 2014, tendo também feito investimentos em novos mercados.

Leia mais
 

BI4all: Um ano de crescimento

Claramente um ano de crescimento. Foi assim que José Oliveira, CEO da BI4all classifica os 12 meses de 2015. “Foi um marco importante na história da Bi4all quer pelo nível de desempenho atingido, quer pela qualidade do trabalho efetuado mas também pelo crescimento sustentado da equipa”.

Leia mais
 

Ábaco: o melhor ano de sempre

O ano de 2015 foi muito positivo, para a Ábaco. Para além de terem atingido as metas a que se propuseram nas geografias e setores de negócio em que operam, conseguiram atingir metas quantitativas e de implementação nos clientes dos mais recentes produtos da sua oferta, fruto de uma aposta estratégica da empresa na capacidade de operar com as mais recentes tecnologias na plataforma SAP.

Leia mais
 

SAP: Um ano marcado pela transformação digital

O ano de 2015 foi marcado pelo tema da transformação digital, que acabou por se afirmar como uma prioridade nas agendas das empresas, diz Luís Urmal Carrasqueira, diretor comercial e de alianças da SAP Portugal.

Leia mais
 

Talentia Software: Um ano de mudança de paradigmas

Este ano, a Talentia Software deixou clara a sua posição de player estratégico perante os seus clientes. O mercado tornou-se mais exigente e a Talentia acompanhou essa evolução apresentando novas versões do seu software que pudessem responder aos requisitos de cada um dos projetos dos seus clientes.

Leia mais
 

EMC: O ano do início da mudança nas TI

O entusiasmo é evidente. E quando perguntamos a Isabel Reis, diretora-geral da EMC Portugal, como classificaria estes últimos doze meses, não hesitou: foi o ano do início da mudança nas Tecnologias de Informação, mais disruptiva de sempre.

Leia mais
 

TP-Link: acessórios e IoT serão motor de sucesso

O último ano trouxe grandes benefícios para a TP-Link. Além de ter sido reconhecida como marca global de reconhecida confiança, a empresa criou um departamento de Suporte Técnico e Engenharia.

Leia mais