Panasonic apresenta câmara com sensor de 1” e gravação 4K

EscritórioMobilidade

A Panasonic apresentou a nova Lumix FZ1000, a câmara bridge de alta gama. Com um corpo compacto, esta máquina conta com um sensor MOS de alta sensibilidade de 1” e 20,1MP, além de gravação de qualidade 4K. Este modelo destaca-se pelo zoom ótico LEICA DC VARIO-ELMARIT de 16x, com um ângulo de abertura de F2.8-4.0,

A Panasonic apresentou a nova Lumix FZ1000, a câmara bridge de alta gama. Com um corpo compacto, esta máquina conta com um sensor MOS de alta sensibilidade de 1” e 20,1MP, além de gravação de qualidade 4K.

FZ1000 Lifestyle 9

Este modelo destaca-se pelo zoom ótico LEICA DC VARIO-ELMARIT de 16x, com um ângulo de abertura de F2.8-4.0, a que se junta o novo processador Venus Engine e respetivo sensor.

Os novos filtros pretendem eliminar qualquer tipo de ruído indesejado na imagem, criando fotografias mais naturais. Um novo algoritmo de altas frequências também consegue uma imagem com mais detalhes, como, por exemplo, a captura de um cabelo ou tom de pele, e com uma maior categoria de frequências, é possível assegurar que os utilizadores podem incluir todos os detalhes em cada imagem.

O novo Venus Engine também oferece otimizações na reprodução de cor, tom, saturação e luminosidade que se dividem em 16 eixos, para ajustes subtis e uma avaliação precisa de cada uma das cores na captura de imagens.

Para facilitar que os utilizadores profissionais possam copiar, editar e desfrutar dos seus vídeos, este modelo pode gravar em diferentes formatos de alta qualidade, incluindo MP4 e AVCHD. A partir das gravações, é possível criar-se fotografias em 4K do fotograma selecionado, conseguindo obter imagens com elevados detalhes e profundidade.

Com uma gravação contínua no formato 4K que alcança até 29 minutos e 59 segundo, a função vídeo de alta velocidade da FZ1000 da Panasonic permite capturar Full HD a 100 fps (PAL) para uma gravação em câmara lenta. Além disso, a câmara inclui diversas funcionalidades para capturar a melhor imagem sem necessidade de acrescentar acessórios. A combinação do estabilizador ótico de imagem de cinco eixos com um calibrador e um anel que facilita a utilização do zoom visa oferecer uma gravação de vídeo estável e livre de vibrações, que neutraliza qualquer movimento da mão e elimina a necessidade de utilizar um tripé.

Este modelo inclui um autofoco novo, mais rápido e preciso, graças ao sistema de motor linear e à tecnologia DFD (Depth from Defocus), que analisa a cena avaliando a distância entre dois pontos diferentes da imagem, o que faz com que a deteção do ponto de foco seja mais rápida.

Como novidade, a FZ1000 da Panasonic inclui outras opções de foco, como a área de foco Full AF, que permite definir o foco em qualquer ponto, ou o AF de 49 pontos, que faz com que os utilizadores possam focar qualquer dessas zonas e compor com maior liberdade as suas imagens. Com este modelo também é possível mudar a zona de foco, quer em modo manual como automático.

Já a função Pinpoint AF permite ampliar qualquer zona da imagem numa janela dentro do ecrã para focar partes pequenas e ser mais preciso no momento de selecionar o ponto desejado.

Como novidade também se incluem o Focus Peaking, que incrementa a capacidade de foco mostrando a posição do mesmo no modo manual e automático, e o AF de deteção de olhos, que permite focar automaticamente os olhos do sujeito.

A Lumix FZ1000 integra um novo visor OLED Live de 2.359K pontos e um ecrã LCD de 3” e 921K pontos. Também integra um sistema de ignição interna que permite ao utilizador ter uma câmara preparada para disparar em apenas 0,66 segundos.

Só falta referir que estará disponível no mercado a partir de Agosto.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor