Pagamentos contactless Visa aumentam 150% em abril

FinançasInovaçãoNegócios

Em abril, os consumidores europeus usaram cartões contactless para fazerem pagamentos 360 milhões de vezes, o que corresponde a quase 140 transações por segundo. É um aumento de 150% face às 143 milhões de transações em abril de 2015, segundo dados divulgados pela Visa Europe.

A adesão aos métodos de pagamentos por aproximação não só tem aumentado em número, mas também em valor: as transações com cartões contactless da Visa têm agora um valor médio de 13,83 euros, um crescimento de 12%.

A empresa assinala também uma subida exponencial nos últimos doze meses, período em que foram atingidas 3 mil milhões de transações – ou seja, o triplo do ano anterior.

Neste momento, existem 3,2 milhões de terminais que suportam a tecnologia instalados em lojas e restaurantes em toda a Europa, mais 23% do que os 2,6 milhões no final de abril de 2015. Este valor continuará a crescer, diz a Visa, sendo que o objetivo é que todos os terminais na Europa aceitem este tipo de pagamentos até 2020. A empresa afirma estar a trabalhar com os bancos e outros parceiros para dar aos consumidores acesso a pelo menos um dispositivo de pagamento contactless (incluindo cartões, mobile, wearable, etc) até 2020.

Segundo os dados da empresa, os restaurantes têm o maior aumento de ano para ano nas transações contactless (153%), seguidos do retalho em geral (146%), supermercados (119%) e comida e bebida, incluindo fast food (96%).

“Os últimos doze meses testemunharam um extraordinário aumento das transações contactless à medida que esta forma rápida e conveniente de efetuar pagamentos chegou a mais consumidores e comerciantes em toda a Europa”, refere Sérgio Botelho, country manager da Visa Europe em Portugal. O responsável indica que “este sucesso não aconteceu subitamente” e é fruto do trabalho da empresa e da indústria de meios de pagamentos, “ao mesmo tempo que estabeleceram as bases para as tecnologias de amanhã, incluindo novos dispositivos wearable e serviços móveis.”

Os consumidores da Polónia, Espanha e Reino Unido são os que mais efetuam pagamentos sem contacto. A adesão dos britânicos a este tipo de pagamentos aumentou 300% para 153 milhões em abril, por exemplo, e isso deve-se ao sucesso destes pagamentos nos transportes em Londres. Além disso, o lançamento do serviço de pagamentos móveis Apple Pay, assim como as soluções do Barclaycard bPay, encorajaram os consumidores a usarem novas formas de pagamento, refere a Visa. 

A empresa revela ainda que os pagamentos contactless, enquanto parte dos pagamentos cara-a-cara processados pela Visa, aumentaram para mais de 1 em 5 hoje, em comparação com 1 para 60 em 2013.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor