Pagamento por cartões contactless aumentam na Europa

Negócios
0 0 Sem Comentários

De acordo com o estudo Digital Payments 2016 da Visa, existem 165 milhões de cartões contactless e 3,4 milhões de terminais habilitados para NFC, em toda a Europa. A utilização destes cartões cresceu de 36%, em 2015, para 52% em 2016.

A tendência de crescimento dos cartões contactless não se reserva aos consumidores mais jovens, tecnologicamente mais conscientes. Em todas as faixas etárias a aceitação do Contactless aumentou sendo até curioso verificar que o maior aumento se regista na faixa etária dos 55 aos 64. O uso de cartões Contactless por parte desta faixa etária cresceu 64% desde 2015.

A adoção de cartões Contactless tem vindo a causar um impacto tangível noutros métodos de pagamento. Em toda a Europa, os utilizadores de cartões Contactless encontram-se mais dispostos a utilizar um dispositivo móvel como forma de pagamento numa loja, a efetuar compras através de uma aplicação do retalhista e para o pagamento de uma refeição.

Os consumidores reconhecem também as vantagens de outros novos métodos de pagamento. Em 2016, 44% das pessoas inquiridas pela Visa admitiram utilizar aplicações de pagamento móvel, face aos 38% no ano passado. Quase metade (46%) concorda que dispor da opção de pagamento através do próprio dispositivo móvel ou wearable torna mais fácil a compra dos bens de que necessitam.

Estes aspetos promovem a aceitação do uso da carteira digital através de diversos canais de compras. Os consumidores europeus estão interessados em utilizar carteiras digitais para efetuar compras cara-a- cara, através de aplicações assim como online. 

Este estudo revelou também que os consumidores têm vindo a recorrer a uma combinação de canais online e físicos ao efetuar compras, particularmente no caso de bens mais caros. Sete em cada dez consumidores europeus são “showroomers” que conhecem o produto na loja antes de comprar online, enquanto 66% adoptam o “webroom” o que significa que procuram o melhor preço on-line, antes de comprar o bem na loja do retalhista.

Apesar do aumento de vendas online na época natalícia, o comércio físico continua a ser o mais significativo nesta altura do ano. Este estudo revela que 60% dos consumidores ainda desfrutam da experiência de interação com os vendedores e avaliação do potencial presente, em pessoa.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor