Orange adquire uma maior influência na egípcia Mobinil

NegóciosOperadoresRedes

A Orange aumentou a sua participação na empresa de telecomunicações Mobinil. O negócio ronda os 210 milhões de euros e dará à operadora 99 por cento da empresa egípcia. Para que esta compra fosse possível, o multimilionário Najib Sawiris, CEO da Orascom Telecom Media and Technology, vendeu à Orange a sua participação de cinco por

A Orange aumentou a sua participação na empresa de telecomunicações Mobinil. O negócio ronda os 210 milhões de euros e dará à operadora 99 por cento da empresa egípcia.

Orange

Para que esta compra fosse possível, o multimilionário Najib Sawiris, CEO da Orascom Telecom Media and Technology, vendeu à Orange a sua participação de cinco por cento na Egyptian Company for Mobile Services, nome pelo qual também é conhecida a Mobinil.

A aquisição de uma maior fatia da empresa egípcia é parte integrante de um acordo que a Orange firmou com Sawiris em 2012. Segundo o entendimento, a empresa francesa compraria a maioria das ações detidas pelo magnata egípcio por cerca de dois mil milhões de dólares.

Diz a Reuters que este aumento da influência da Orange na Mobinil vem no seguimento dos planos da francesa para aglomerar as suas operações africanas numa nova entidade. Consta que a Orange tem estado de olhos postos em vários ativos de empresas que se movem no mercado de África, como a Bharti Airtel e Millicom International Cellular.

Tanto a Mobinil como a Orascom foram fundadas por Sawiris.

O anúncio do aumento da participação, que levará a Orange a desembolsar uns milhões de euros, acontece dias depois daquela que é uma das maiores operadoras de França ter dito que em 2015 sofreria uma queda do EBITDA, face ao ano passado, devido à pressão exercida pela rival Iliad.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor