Oracle vai gerir dados científicos do Satélite Gaia

CloudEmpresasNegóciosServidores

O Instituto Italiano de Astrofísica desenvolveu um sistema de arquivo e processamento dos dados que serão recolhidos pelo satélite Gaia ao longo dos próximos cinco anos. A Oracle foi a empresa escolhida para suportar as atividades de investigação na missão, recentemente lançada pela Agência Espacial Europeia. A missão tem o objetivo de traçar uma mapa

O Instituto Italiano de Astrofísica desenvolveu um sistema de arquivo e processamento dos dados que serão recolhidos pelo satélite Gaia ao longo dos próximos cinco anos. A Oracle foi a empresa escolhida para suportar as atividades de investigação na missão, recentemente lançada pela Agência Espacial Europeia.

The Milky Way Shines on Paranal

A missão tem o objetivo de traçar uma mapa tridimensional e rigoroso da Via Láctea. Nesse sentido, a Oracle Database e a Oracle Enterprise Manager “constituem a base do sistema do Centro Italiano de Processamento de Dados (DPCT) que está sediado no ALTEC, e que foi desenvolvido para arquivar, gerir e processar os dados científicos e os resultados relacionados com a Missão Gaia.”

Nos próximos cinco anos, será disponibilizado cerca de um petabyte, ou um milhão de gigabytes de dados astronómicos gerados pelo satélite, dados esses que serão armazenados no arquivo da missão no DCPT.

Com uma quantidade tão grande de dados, o INAF precisava de um sistema que oferecesse “elevados níveis de fiabilidade e segurança e que tivesse bastante credibilidade” e, por isso, durante os quatro anos anteriores ao lançamento do satélite, tanto o INAF como o ALTEC desenvolveram uma infraestrutura tecnológica capaz de lidar com tecnologia de ponta orientada para um projeto desta dimensão.

A Oracle já tinha colaborado neste projeto quando ainda durante a construção do satélite Gaia, ajudou o INAF e o ALTEC “a desenvolver e a testar completamente o sistema, através de simulações e da personalização das funcionalidades específicas relacionadas com a astronomia da Oracle Database.”


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor