Oracle reforça investimentos na sua infraestrutura cloud

CloudEmpresasNegóciosServidores

Ao criar novos data centers no Canadá e na Alemanha, a Oracle tem agora 17 data centers em todo o mundo, permitindo disponibilizar aos seus clientes mais opções de alojamento de dados e cumprimento dos requisitos legais. Estes data centers deverão entrar em funcionamento no segundo trimestre de 2014 e a Oracle irá ajudar os

Ao criar novos data centers no Canadá e na Alemanha, a Oracle tem agora 17 data centers em todo o mundo, permitindo disponibilizar aos seus clientes mais opções de alojamento de dados e cumprimento dos requisitos legais. Estes data centers deverão entrar em funcionamento no segundo trimestre de 2014 e a Oracle irá ajudar os seus clientes e parceiros a capitalizarem o poder da cloud.

File photograph of an Oracle signage at Oracle OpenWorld 2012 event in San FranciscoQuerendo ampliar a sua infraestrutra cloud, líder de mercado, a Oracle anunciou a criação de quatro novos Oracle Cloud data centers, localizados no Canadá e na Alemanha. Os novos data centers irão ampliar a infraestrutura de cloud da Oracle a nível mundial, sendo responsáveis por suportarem um amplo portfólio de serviços de aplicações, social, plataformas e infraestruturas. Todos os serviços estão disponíveis no modelo de subscrição.

A Oracle pretende, deste modo, reforçar o seu investimento na criação de centros de dados que possam responder às necessidades dos seus clientes no que diz respeito a soluções para alojamento de dados a nível local e cumprimento dos requisitos legais.

Os data centers da Oracle têm mais de 13 anos de experiência na gestão de centros de dados empresariais e governamentais, estando online de forma sistemática cumprindo os requisitos no que diz respeito à localização das instalações, à segurança das mesmas e dos sistemas de informação, à governação, infraestrutura e pessoal.

Mark Hurd, presidente da Oracle, afirma que a empresa gere “uma cloud mission critical, e por isso entendemos que uma oferta de serviços nesta área tem que disponibilizar mais do que a profundidade e a amplitude das funcionalidades dos serviços cloud líderes de mercado”.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor