Opinião|Quem apenas vende tecnologia, percebe muito pouco de tecnologia

Negócios

As grandes coisas exigem que falemos delas com a grandeza que merecem. E nada torna esta premissa tão evidente como a relação entre tecnologia e gestão.

Nos dias que correm, a tecnologia tornou-se de tal forma constitutiva das empresas que nenhum gestor as consegue conceber de outra forma. O investimento tecnológico tem crescido vai continuar a crescer. Em breve, todas as empresas serão geridas, pensadas e aceleradas a partir de soluções tecnológicas assentes que lhes dão maior liberdade em quatro pilares fundamentais: gerir melhor as pessoas, trazer uma melhor experiência ao consumidor, aumentar a produtividade e decidir melhor em tempo útil. Todos os negócios serão um negócio de software.

A importância da tecnologia hoje no mundo dos negócios assumiu um papel tão substancial que ninguém lhe pode ficar indiferente. Perante isto, é possível atomizar a tecnologia como se fosse uma coisa à parte? É possível pensar que tecnologia é algo que pode ser vendido isoladamente da gestão?

Quando um gestor necessita de optar por um software certificado de gestão, encontra 2627 opções para escolher em Portugal. E todas dizem que têm o último grito tecnológico para melhorar o negócio. No entanto, o bom gestor sabe que não está a comprar tecnologia. Está a comprar know-how de gestão para a sua empresa. Está à procura de conhecimento especializado e que necessita de uma plataforma tecnológica para o operacionalizar.

Quando opta por uma solução tecnológica de gestão, um gestor procura mais do que software. Está à procura de maior liberdade para o seu negócio e de maior capacidade de se adaptar às mudanças dos mercados. A tecnologia é apenas uma técnica ao serviço dessa vontade. Mais do que tecnologia, um gestor procura o que lhe inspira uma gestão melhor. E quando se pensa a relação entre uma empresa e o software de gestão, temos de a conceber dessa forma.

De nada vale ter um software com tecnologia de ponta se este não for pensado a partir dos quatro pilares de gestão que enumerei acima. Hoje, quando se pensa em soluções tecnológicas de gestão, as melhores são as que colocam a tecnologia ao serviço dos princípios base de melhorar a colaboração interna, colocar o cliente no centro do negócio, aumentar os índices de produtividade e fornecer soluções que tornar os processos de decisão mais rápidos.

Quando a tecnologia se torna norma e quando temos tão boas soluções técnicas, qual é o fator diferenciador? O know-how de gestão. Porque num mundo onde tudo se tornou tecnológico, quem apenas vende tecnologia percebe muito pouco de tecnologia.