Opinião | Reter e Recrutar – Prioridades em TIs

EmpregoGestão

O cenário nacional na área das Tecnologias de Informação contraria o panorama nacional em matéria de empregabilidade. As empresas querem contratar mas os candidatos disponíveis no mercado, com as competências técnicas consideradas críticas pelas empresas, escasseiam.

Nos últimos anos, os cursos ligados à área tecnológica, em particular de Tecnologias de Informação – TIs, têm captado um número crescente de estudantes, mas ainda assim insuficiente para um país que lidou nos últimos anos com a maior vaga de emigração qualificada da sua história.

São cada vez mais as solicitações do mercado por profissionais de TIs, seja de empresas já implantadas no nosso país, seja de novas empresas que estão a deslocalizar áreas técnicas para Portugal. Estamos no presente a viver um fenómeno muito interessante em Portugal que é visto, cada vez mais, como um país muito apetecível para este tipo de empresas, o facto de termos grandes polos de formação na áreas da engenharias, com uma qualidade reconhecida internacionalmente, é um dos pontos que mais pesa na tomada da decisão.

Há uma tendência natural para que se procurem cada vez perfis desta área com um grande nível de especialização. Contudo, a aposta das empresas do setor, está cada vez mais orientada para a retenção dos colaboradores.

Vivemos um período onde as empresas estão conscientes do valor dos seus colaboradores no mercado e procuram definir estratégias para que o know-how especializado que possuem seja cada vez mais reconhecido. As estratégias utilizadas não passam apenas por salários competitivos, mas sim por uma melhoria no que diz respeito às condições de trabalho, e uma maior flexibilidade.

Mas afinal como atrair o talento neste sector?

  • Package Salarial atrativo (remuneração fixa + variável)
  • Atratibilidade do projeto, responsabilidades e funções com autonomia e desafio
  • Plano de carreira bem definido e SMART (Specific, Measurable, Attainable, Revelant, Time Based) que contemple planos de formação periódicos
  • Utilização de tecnologias recentes e inovadoras
  • Construir uma boa reputação/imagem corporativa

Como reter talento

  • Desenvolvimento de projetos aliciantes
  • Estabelecer um bom ambiente de trabalho
  • Disponibilizar ferramentas de trabalho eficientes
  • Disponibilizar um bom equilíbrio entre a vida pessoal e profissional
  • Oferecer formação para o desenvolvimento de competências

Os colaboradores da área de IT, procuram cada vez mais o desafio. O vínculo laboral sem termo e um bom enquadramento salarial já não chega para reter os talentos desta área, é preciso que as empresas valorizem e reconheçam a importância dos colaboradores. É preciso que se aposte na formação, na flexibilidade e fazer com que os colaboradores se sintam bem no seu ambiente de trabalho.

A felicidade é sempre a resposta, se as empresas se esforçarem para fazer os colaboradores se sintam felizes, garanto-vos que os recrutadores vão começar a festejar quando conseguirem tirar alguém dessa empresa! Fica a dica: Profissionais de IT, procurem estas empresas. Empresas de IT, sejam estas empresas!