OPINIÃO: Cloud híbrida potencia armazenamento em 2016

Cloud

Não há dúvidas de que a cloud híbrida está a ganhar adeptos. A Sandler Research concluiu que o mercado irá crescer cerca de 29% no período de 2014-2019.

Além disso, as organizações tecnológicas devem aprender a apoiar um conjunto moderno de utilizadores finais que desejam criar ambientes de recursos tecnológicos novos, flexíveis e com capacidade de resposta, e que encaram a cloud pública como uma forma de alcançar este objectivo por si mesmos..

Neste método de cloud híbrida, a gestão de dados perfeita entre recursos cloud é imperativa para permitir que as organizações tecnológicas possam complementar uma cloud privada com uma estrategia de cloud pública que não apresente riscos novos, normativas complicadas ou que resulte numa perda do controlo sobre informação empresarial valiosa. Como tal, isto afecta o estado actual do administrador de sistemas/armazenamento.

Daniel Cruz
Daniel Cruz, Territory Manager NetApp Portugal

O papel dos administradores de armazenamento prosseguirá a sua evolução em resposta aos ambientes tecnológicos em contínua transformação. À medida que as organizações evoluem rumo a um modelo de prestação cloud para reduzir custos e aumentar a flexibilidade, deixam de ser criadores e operadores dos seus próprios centros de dados e passar a ser agentes de serviços que abarcam tanto recursos de cloud pública como privada.

Em 2016, o administrador de armazenamento clássico evoluirá rumo a um administrador de dados da cloud híbrida com um posto na mesa executiva ou relegar-se-á aos detalhes de um cómodo produto de armazenamento e será cada vez menos relevante.

Os problemas de segurança e os requisitos de soberania dos dados estão a empurrar os departamentos de tecnologia a olhar com mais atenção para os seus planos relativos à cloud. Os administradores necessitam de saber exactamente onde residem os seus dados e quem os gere a todo o momento.

As empresas exigem atualmente uma protecção de dados fiável, elasticidade para cumprir as suas exigências e a liberdade e flexibilidade para combinar com segurança co-localização, uma cloud privada e clouds públicas de hiperescala numa solução fluida. Ao poder mudar com segurança entre fornecedores de cloud em alguns segundos sem migrar dados, as empresas beneficiam de imediato ao empregar menos tempo em tecnologia e mais tempo em centrarem-se na inovação sem sacrificar a segurança ou o controlo.