Operadora britânica TalkTalk admite falha de segurança

Segurança

A mensagem de que teria existido uma falha de segurança relativamente a dados pessoais chegou via e-mail aos clientes da TalkTalk, operadora britânica de telecomunicações. Os responsáveis pelo ataque estão a utilizar as informações roubadas para tentativas de fraude. Uma das principais operadoras do Reino Unido admitiu ter sofrido uma falha de segurança colocando, assim,

A mensagem de que teria existido uma falha de segurança relativamente a dados pessoais chegou via e-mail aos clientes da TalkTalk, operadora britânica de telecomunicações. Os responsáveis pelo ataque estão a utilizar as informações roubadas para tentativas de fraude.

ciberataque-holanda

Uma das principais operadoras do Reino Unido admitiu ter sofrido uma falha de segurança colocando, assim, em perigo as informações privadas de milhões de clientes, incluindo números de conta, moradas e contatos telefónicos. A TalkTalk decidiu enviar um e-mail a todos os utilizadores alertando-os para o problema.

A gravidade da situação aumenta depois de terem sido reportadas tentativas de fraude realizadas, eventualmente, pelos hackers responsáveis pelo roubo dos dados e que terão usado essas informações para tentar obter os códigos bancários dos clientes implicados, fazendo-se passar por funcionários da TalkTalk.

A admissão da falha de segurança terá surgido apenas após vários utilizadores terem utilizado o forum da operadora para relatar os telefonemas que lhes haviam sido feitos e as suspeitas que os mesmos tinham levantado.

Apesar da TalkTalk garantir que nenhuma informação relevante foi roubada e que a segurança dos seus clientes não foi comprometida, a operadora avisa que as chamadas que têm sido realizadas são fraudulentas e que os clientes deverão ter cuidados para não revelarem dados bancários nem fornecer o acesso aos seus computadores pessoais.

Ainda assim, o aviso parece não ter sido suficiente. Já existem casos onde os hackers foram bem sucedidos resultando no roubo de milhares de euros, tal como reporta o The Guardian.

Num esforço de salvaguardar os interesses dos clientes e a relação entre eles e a TalkTalk, a operadora garantiu, em comunicado, estar “a par de um pequeno, mas ainda assim significativo, número de clientes que terão sido diretamente marcados por estes criminosos” e que a empresa “tem estado a apoiá-los” providenciando aconselhamento legal.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor