OpenWorld 2016: O poder da nuvem

Cloud
0 0 Sem Comentários

Não há nuvem passageira no Oracle OpenWorld 2016 cujo terceiro dia voltou a ficar marcado pela cloud e pelas intervenções de Thomas Kurian, president product development da marca norte-americana e de Larry Ellison, que na sua segunda apresentação no evento fez uma acérrima defesa das vantagens da cloud da Oracle versus as oferecidas pelos Amazon Web Services.

O CTO Larry Ellison focou-se no terceiro dia do congresso no tema do futuro das bases de dados e da infraestrutura na cloud. E apresentou um amplo conjunto de funcionalidades da oferta da Oracle, comparando-o com as do seu principal concorrente neste segmento de mercado.

Já Thomas Kurian, president product development da Oracle, centrou a sua apresentação na ideia de que “a nuvem pode tornar o mundo num lugar melhor para se viver.” Segundo explicou na conferência que está a decorrer em São Francisco, o que é importante ter presente é que o principal: “não é tanto o que é a cloud, mas antes o que as pessoas podem alcançar com a cloud”, lê-se no comunicado que a empresa distribuiu à imprensa com o resumo do dia.

Kurian referiu que a cloud é como um grande cérebro coletivo utilizado por 60 mil organizações que geram 50 mil milhões de interações por dia.

Este responsável da Oracle convidou diversos programadores de software a subirem ao palco e a demonstrarem vários casos de utilização da cloud.

Desta forma, revelou-se a forma como a infraestrutura da Oracle está a gerir situações tão variadas como as aplicações de táxis, os sistemas de ar condicionado, os sistemas de gestão de distribuição, etc, explicam no mesmo comunicado.

Foram também apresentadas aplicações inovadoras destas tecnologias, como por exemplo a do Aeroporto de Manchester, que utiliza os Oracle Mobile Cloud Services para reunir as informações relativas ao comportamento dos 42 milhões de viajantes que aí circulam por ano, e aplica as principais conclusões à gestão do seu negócio. A Toyota, por exemplo, utiliza a Oracle Data Cloud para identificar onde deve localizar os principais hubs para as suas frotas de smart cars. Também a AMEX revelou como conseguiu melhorar a captação de talento graças à suite Human Capital Management da Oracle.

“Os dados na nuvem estão a ajudar as empresas a tomarem melhores decisões melhores, e está também a alterar a forma como estas decisões são tomadas,” afirmou Thomas Kurian.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor