Olisipo lança academia de formação

Negócios
0 0 Sem Comentários

A Olisipo lançou a Olisipo Learning, uma nova área de formação em Tecnologias de Informação. “Com esta iniciativa, a Olisipo pretende responder às necessidades sentidas no mercado dos profissionais da área de TI e foca-se no desenvolvimento de formação específica para profissionais da área nas suas mais diversas vertentes”. 

Segundo José Serra, CEO da Olisipo, “quem lida com a formação de TI em Portugal sabe que o mercado tem um player dominante há já muitos anos. Essa posição de domínio e de falta de concorrência levou naturalmente à estagnação da criatividade e da oferta. Queremos oferecer às empresas e às pessoas uma alternativa premium, fazendo uma forte aposta na qualidade e inovação, que sempre foram marcas distintivas da Olisipo”.

Apesar de ser uma nova área de negócio, a Olisipo garante ter já experiência na área da formação, que é um dos principais pilares de desenvolvimento dos seus 450 especialistas de Tecnologias de Informação.

Tiago Catarino, Head of Sales da Olisipo, refere que “a Olisipo Learning apresenta uma oferta completa de cursos, academias e certificações que vão dar às pessoas novas opções na hora de escolher uma entidade de formação. A nossa intenção é preencher uma vaga que consideramos existir no mercado da formação e assumimos claramente um posicionamento que quer ser de excelência. Queremos ter as melhores formações, os melhores formadores e os melhores espaços de formação. Queremos ter uma oferta realista e adequada que aposta em cursos orientados para a empregabilidade. O nosso objetivo é proporcionar uma experiência de formação acima das atuais expectativas.”.

A empresa destacou, sobretudo as seguintes certificações: NCTA – National Cloud Technologists Association, CFR – CyberSafe First Responder, MMAD – Master Mobile Application Developer, CVP – Certified Virtualization Professional, PDDM – Professional Diploma in Digital Marketing.

O local para o Learning Center da Olisipo foi, segundo a empresa, “criteriosamente escolhido”. Optaram por instalar-se na principal avenida do Parque das Nações, zona onde já estão estabelecidas várias empresas tecnológicas nacionais e multinacionais.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor