Oi deu luz verde à proposta da Altice

NegóciosOperadoresRedes

A operadora brasileira Oi, dona da PT Portugal, deu luz verde à proposta da Altice, que oferecia 7400 milhões de euros pela empresa. No entanto, a venda pode ser adiada para 2015, caso a OPA da Terra Peregrin de Isabel dos Santos caia. A venda da PT Portugal terá de passar pelo escrutínio da assembleia

A operadora brasileira Oi, dona da PT Portugal, deu luz verde à proposta da Altice, que oferecia 7400 milhões de euros pela empresa. No entanto, a venda pode ser adiada para 2015, caso a OPA da Terra Peregrin de Isabel dos Santos caia.

1l0mwjdozmqcvfr4odzwsigcu

A venda da PT Portugal terá de passar pelo escrutínio da assembleia geral da PT SGPS para que a venda possa ser concluída. Esta situação tem um cariz obrigatório, mesmo que a OPA de Isabel dos Santos sobre a Portugal Telecom venha a derrapar.

Se, até ao momento da escolha da Altice por parte da Oi, a dúvida estava na empresa escolhida, agora a incerteza prende-se com datas. Caso as condições da OPA da Terra Peregrin não sejam aceites pela CMVM, ainda está em cima da mesa a subida de valor por cada acção.

Pelo menos na visão do regulador, já que, do lado de Isabel dos Santos, a subida de peço está quase posta de lado, conforme foi dito por Mário Leite da Silva, esta semana. Assim, surge a hipótese de uma reunião com os accionistas, que pode ter de respeitar o prazo de um mês. Desta forma, a decisão da venda da PT Portugal poderia ficar adiada até ao próximo ano.

Apesar de ter dado um prazo de 90 dias para estudar as negociações com a Altice, a Oi anunciou a aprovação da venda apenas uma semana depois de dar início às negociações exclusivas com os franceses da Altice.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor