Oi despede mil trabalhadores para reduzir gastos com pessoal

EmpregoGestãoOperadoresRedes

De acordo com informação avançada pela Agência Reuters, a Oi irá cortar 1070 postos de trabalho em abril, algo que representa 6 por cento do quadro de funcionários diretos da operadora. A meta é conseguir reduzir custos, com uma medida que faz parte do plano de reorganização para simplificar a estrutura da empresa. Os cortes

De acordo com informação avançada pela Agência Reuters, a Oi irá cortar 1070 postos de trabalho em abril, algo que representa 6 por cento do quadro de funcionários diretos da operadora.

oi

A meta é conseguir reduzir custos, com uma medida que faz parte do plano de reorganização para simplificar a estrutura da empresa.

Os cortes irão atingir os vários níveis da estrutura da Oi. Este ajuste faz parte da plano do presidente da operadora, Bayard Gontijo, que quer fortalecer a saúde financeira da empresa. A Oi tem tido dificuldades financeiras nos últimos tempos e tem ultrapassado períodos menos positivos depois da fusão com a operadora Portugal Telecom.

A empresa reconheceu, em declarações à Reuters, que, mesmo depois da redução de pessoal continuará a ter o título de um dos maiores empregadores do Brasil, com um total de 177 mil postos de trabalho diretos e indiretos no país.

Os sindicatos da empresa já teriam sido informados, conforme avança a Reuters. O presidente da Federação Nacional de Trabalhadores de Empresas de Telecomunicações, a Fenattel, que avisa que o Estado mais afetado pelos despedimentos será o Rio de Janeiro.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor