Office 365 gratuito para desempregados

Office-SuitesSoftware

A Microsoft vai permitir que todos os indivíduos desempregados registados nos centros do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) tenham acesso gratuito ao Office 365 Pro Plus. Esta iniciativa resulta de um Memorando de Entendimento estipulado entre as duas entidades que visa fomentar as competências a nível das Tecnologias de Informação. Cerca de 250

A Microsoft vai permitir que todos os indivíduos desempregados registados nos centros do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) tenham acesso gratuito ao Office 365 Pro Plus. Esta iniciativa resulta de um Memorando de Entendimento estipulado entre as duas entidades que visa fomentar as competências a nível das Tecnologias de Informação. Cerca de 250 mil pessoas serão abrangidas por este projeto, que requer da Microsoft Portugal um investimento anual de cinco milhões de euros.

memorando Microsoft e IEFPDepois de no mês de maio de 2014 ter assinado um Acordo de Cooperação com a Microsoft Portugal, o IEFP aderiu agora ao programa Microsoft IT Academy, que passou a integrar o portfólio de ofertas dos 30 centros em todo o país “e que permite aos formandos de qualquer área profissional obter formação qualificada e certificação em TI reconhecida à escala mundial, ampliando assim as oportunidades de regresso ao mercado de trabalho”, disse a empresa em comunicado.

Jean-Philippe Courtois, presidente da Microsoft Internacional, entregou hoje, aquando do evento que assinalou a assinatura do Memorando, os diplomas aos primeiros participantes que concluíram com sucesso o programa de formação e certificação da tecnológica.

Com esta coligação, tanto a Microsoft Portugal como o IEFP querem formar aproximadamente um milhão de desempregados ao longo dos próximos três anos.

“Desta forma, pretende-se contribuir para a formação de profissionais qualificados e com competências digitais que possam preencher as cerca de 5.000 ofertas de emprego no setor das TI em Portugal, e as mais de 900.000 oportunidades de emprego que, de acordo com a Comissão Europeia, vão surgir nos próximos cinco anos, a nível mundial”, explicou a Microsoft.

João Couto, diretor-geral da Microsoft Portugal, afirmou que este esforço conjunto visa “sobretudo para dotar cidadãos em situação de desemprego das competências necessárias para que possam responder aos desafios e exigências do século XXI”.

Por seu lado, Jorge Gaspar, presidente do IEFP, referiu que esta parceria é um claro reforço da campanha que ambas as entidades colocaram em marcha contra o desemprego em Portugal, que visa dotar os indivíduos das munições necessárias para (re)ingressarem no mundo profissional dos dias de hoje.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor