O que é os utilizadores esperam dos serviços das operadoras? Relatório da GSMA responde

MobilidadeOperadoresRedesSmartphones

O relatório “O Futuro das Comunicações Móveis”, divulgado pela GSMA, mostra que os utilizadores em todo o mundo estão a exigir das operadoras móveis experiências mais ricas, globais e abertas de mensagens baseadas em IP.

O estudo, conduzido pela Context Consulting, abordou 4.045 pessoas, na China, Índia, Espanha e Estados Unidos, sobre o uso dos serviços tradicionais de texto e voz oferecidos pelas operadoras móveis, bem como sobre os serviços de mensagens baseados na internet.

O relatório identificou um forte interesse em novos serviços avançados de mensagens geridos pela operadora, como pré chamadas, mensagens instantâneas, vídeos ao vivo, fotos em tempo real ou partilha de arquivos – ativados pelos Serviços de Comunicações Avançadas (RCS) e por Voz sobre LTE (VoLTE) e que funcionem em todos os dispositivos e redes, sem necessidade de fazer o download de uma aplicação.

Os serviços geridos pelas operadoras móveis foram os preferidos em comparação com os já existentes e os de mensagens baseados na internet, com 79% das pessoas entrevistadas, a afirmar que tal serviço seria relevante e 89% apontando-o como algo exclusivo.

“Embora os serviços de mensagens baseados na internet sejam incrivelmente populares, eles isolam e são fechados, pois exigem que os utilizadores façam o download de uma aplicação ao qual os seus contatos podem não estar conectados”, diz Alex Sinclair, diretor de Tecnologia da GSMA.

O executivo da GSMA acrescenta, ainda, que as operadoras móveis têm um papel importante a desempenhar na oferta de serviços de mensagens seguras e de confiança que sejam interoperáveis, universais e funcionem diretamente em qualquer dispositivo e em qualquer rede.

“As operadoras devem atender a essa a procura por serviços de RCS e de VoLTE que, quando conectados com outras operadoras, permitam aos utilizadores alcançar qualquer um em qualquer rede e forneçam experiências surpreendentes de mensagens”, completa Sinclair.

O relatório destaca que os consumidores estão à procura de um único serviço de comunicação, que seja rico em recursos e que possa alcançar todos os seus contatos.

Nos quatro mercados estudados, os entrevistados estavam entusiasmados com a possibilidade de saber se uma ligação é ou não importante e, inclusive, de destacar o assunto da chamada. Os entrevistados também destacaram a possibilidade de usar o mesmo serviço de chamadas de voz em redes móveis e em redes Wi-Fi.

 


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor