Nutanix | A nuvem à distância de um clique

Cloud
0 17 Sem Comentários

O dia de abertura da .NEXT Europe Conference da Nutanix, que está a decorrer em Viena, foi também o dia no qual a empresa de cloud empresarial anunciou a ampliação das suas capacidades de automatização de datacenter com apenas um clique, incluindo a visualização da rede, segurança e orquestração, para além da expansão do seu conjunto de API’s.

* em Viena

A transformação digital, a emergente Internet das Coisas (IoT) e a proliferação das aplicações móveis fez repensar a forma como o software é construído, desenvolvido e dimensionado, diz a Nutanix. E explica que as aplicações modernas estão a ser desenvolvidas em arquiteturas flexíveis, usando serviços modulares mais pequenos e mais independentes. Ora, apesar destas novas arquiteturas de aplicações terem melhorado a agilidade global das TI, também expuseram este departamento ante uma infinidade de desafios. Como sejam a visibilidade da interdependência das aplicações para solução de problemas, novas ameaças de segurança ou a escassez de ferramentas de gestão unificadas.

Além de fornecer uma visão detalhada dos recursos do servidor, virtualização e armazenamento, o Nutanix Prism passará agora a fornecer uma visualização centrada na aplicação da rede. Ao invés de confiar em uma panóplia de ferramentas de diferentes fornecedores, as equipas de TI obtêm uma visão abrangente da topologia de rede física e virtual. E, explica a empresa, isso inclui uma visão intuitiva de como as máquinas virtuais individuais (VMs) estão conectadas à infraestrutura de rede física e virtual, além de fornecer estatísticas detalhadas de desempenho e saúde do ambiente de rede.

“A visualização de rede integrada permite que os gestores de datacenter identifiquem e façam imediatamente uma triagem os problemas de rede que afetam os SLAs das aplicações”.

Outro anúncio aqui em Viena foi que o Nutanix Acropolis Microsegmentation Services (AMS), projetado para integrar a infraestrutura de cloud da empresa, vai passar a inspecionar, monitorizar e gerir os fluxos de comunicação entre cargas de trabalho individuais para fornecer um ambiente de aplicações mais seguro.

A empresa avança que as políticas específicas da aplicação serão definidas dentro do Nutanix Prism, dando às equipas de TI um plano de controlo unificado para gerir e proteger as comunicações entre VMs, aplicações baseadas em conteúdos e microserviços rodando em um ambiente comum. Diz a Nutanix que o AMS pode ser implantado em apenas alguns minutos e evitará a necessidade de investir em grandes e complexos SDNs para proteger o ambiente de aplicações.

A visualização da rede e o conjunto inicial de API’s para orquestração de redes está anunciada para janeiro de 2017.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor