Novo tipo de executivo deverá surgir este ano

EmpresasNegócios

Duas organizações de contabilidade britânicas defendem que este ano poderá surgir um novo tipo de executivo nas empresas. As organizações alertam para a necessidade de os CFO estarem mais atentos à tecnologia. Segundo a Association of Chartered Certified Accountants (ACCA) e a Institute of Management Accountants (IMA), o possível surgimento de um novo tipo de

Duas organizações de contabilidade britânicas defendem que este ano poderá surgir um novo tipo de executivo nas empresas. As organizações alertam para a necessidade de os CFO estarem mais atentos à tecnologia.

botswana_02Segundo a Association of Chartered Certified Accountants (ACCA) e a Institute of Management Accountants (IMA), o possível surgimento de um novo tipo de executivo deve-se ao aumento da dependência das empresas face às tecnologias. Este novo executivo seria o “Chief Financial Technology Officer” ou CFTO.

Conforme os conselhos de administração precisam de estar mais conscientes sobre a tecnologia, opiniões recolhidas pelas referidas entidades sugerem que o CFTO pode ganhar força este ano. “Estudos da associação em 2013 apontam para um maior envolvimento tecnológico dos CFO em todo o mundo”, refere Helen Brand, diretora executiva da ACCA.

“A participação no fenómeno Big Data e as tendências da tecnologia são fundamentais para o crescimento dos negócios e do lucro. Conforme os CFO assumem uma visão mais estratégica e global com enfoque no negócio, a tecnologia ganhará mais espaço na sua área de competências”, acrescenta a responsável.

Ainda de acordo com Brand, a cibersegurança, cloud computing, a realidade virtual e aumentada, a prestação de serviços digitais e a inteligência artificial e robótica estão cada vez mais presentes na estratégia de negócios.

“Quem teria pensado há dez anos que estas tendências se tornaria parte do papel CFO? Eles são e continuarão a fazê-lo. Podemos ver o surgimento e ascensão da CFTO como um assento regular no conselho”, afirma a diretora executiva.

Para Jeff Thomson, presidente e CEO da IMA, as tecnologias de Big Data ainda não atingiram todo o seu potencial, mas os CFO terão de estar na vanguarda da utilização desses dados.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor