Novo serviço de auditoria ao tratamento de dados pessoais

Segurança

A Critical Software e a PLMJ Sociedade de Advogados associam-se para desenvolverem um novo sistema de auditoria ao processamento de dados, aliando os conhecimentos práticos e tecnológicos da empresa de sistemas de informação críticos e a especialização da Sociedade de Advogados no setor da proteção de dados confidenciais. As empresas revelaram hoje o lançamento de

A Critical Software e a PLMJ Sociedade de Advogados associam-se para desenvolverem um novo sistema de auditoria ao processamento de dados, aliando os conhecimentos práticos e tecnológicos da empresa de sistemas de informação críticos e a especialização da Sociedade de Advogados no setor da proteção de dados confidenciais.

privacy-data-security

As empresas revelaram hoje o lançamento de um serviço vanguardista de Auditoria ao Tratamento de Dados Pessoais nas Empresas. Esta nova funcionalidade vem permitir às empresas uma maior velocidade e eficácia na resposta às exigências e pedidos das companhias no campo da segurança dos sistemas operativos, e possibilita a redução dos perigos que assolam as empresas que se movimentam na Internet.

O desenvolvimento deste novo serviço vem no decorrer de, nos dias que correm, as preocupações com a proteção e tratamento de dados pessoais afligir a maioria das empresas, independentemente da sua área de especialização.

Tanto a Critical com a PLMJ são da opinião de que as restrições legais na esfera do processamento de dados pessoais, quando associadas à densificação das contextualizações  jurídicas, à exponencial examinação fiscal e à aplicação de multas pesadas pelo desrespeito à normatização legal destes processos, revelaram ser de crucial importância levar a cabo investigações que possibilitem às empresas averiguar se de fato estão a atuar em conformidade com a lei, saber se os modelos sobre os quais gerem os seus sistemas são os mais adequados e se conseguem garantir a segurança das suas plataformas através da integração de medidas que se alinhem com as exigências legais.

Edgardo Sobral, vice-presidente da Critical Software, declara que a parceria entre as duas organizações e a fusão das suas competências vai possibilitar a criação de um sistema inovador de auditoria do processamento de dados pessoais, resultando numa atenuação dos riscos inerentes à atuação em domínios públicos, como é o caso da Internet.

Por seu lado, Daniel Reis, Sócio da PLMJ Sociedade de Advogados, defende que a articulação das capacidades das duas empresas vai permitir que as organizações possam avaliar a sua posição relativamente ao cumprimento das normas legais no processamento de informação confidencial dos clientes.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor