Nova gama de invólucros produz altos desempenhos energéticos

InovaçãoTecnologia Verde
0 0 Sem Comentários

A Schneider Electric divulgou a nova gama de invólucros Prisma, que potenciam um melhor desempenho elétrico e mecânico dos projetos de quadros gerais de baixa tensão.

A Schneider Electric anunciou uma nova gama de invólucros Prisma. O novo produto da marca multinacional francesa possui uma versão de 36 módulos verticais no Prisma G (1980 mm de altura), para projetos de quadros elétricos, principais ou de distribuição até 630 A. As celas Prisma P tornam os projetos de quadros gerais de baixa tensão mais eficientes, satisfazendo as necessidades das instalações elétricas até 4000 A. 

Segundo a empresa, com este novo sistema é possível melhorar o projeto do quadro elétrico para edifícios terciários ou industriais de baixa tensão, resultando assim na obtenção de elevados desempenhos elétricos e mecânicos, testados de acordo com a norma IEC 60068-3-3 e garantindo o bom funcionamento, mesmo em situações climáticas adversas.

Já os quadros elétricos são configurados por função e por área, tornando a instalação mais sólida. Por consequência facilita o projeto, a instalação, a operação e as respetivas atualizações. Com a nova oferta da Prisma é agora mais fácil integrar equipamentos de comando, controlo e comunicação nos quadros elétricos de baixa tensão.