Netflix vai ampliar negócio na Ásia

EmpresasMobilidadeNegócios

O Netflix deverá aterrar em Hong Kong, Taiwan, Singapura e na Coreia do Sul no início de 2016. A chegada do badalado serviço de streaming de TV a estes mercados asiáticos é parte integrante dos seus planos de expansão internacional.

Na semana passada, o Netflix chegou, pela primeira vez, à Ásia, dando início ao negócio no Japão. A empresa norte-americana reforça agora o seu posicionamento na região com a entrada nestes novos mercados, com um conjunto de populares programas de televisão, filmes e conteúdos infantis. De acordo com a Bloomberg, a Netflix afirmou, ontem, que esta programação será acompanhada pelas respetivas legendas locais. No entanto, os preços do serviço não são ainda conhecidos para estes novos mercados.

Atualmente com operações em 81 países, a Netflix quer, até ao final do próximo ano, alcançar os 200, incluindo a China. O serviço de streaming tem procurado firmar parcerias na potência asiática, ganhando, assim, o aval das austeras autoridades reguladoras e plantando operações num dos maiores mercados de dispositivos móveis do mundo, onde o setor do vídeo online está avaliado em cerca de 5,9 mil milhões de dólares.

Um serviço de grande peso no panorama mundial, o Netflix pode vir a perder algum do seu vigor para a concorrência. A HBO, da Time Warner, a Hulu e a Amazon têm procurado potenciar os seus serviços de conteúdos online, ao passo que a Apple está mesmo a planear lançar o seu próprio serviço de streaming de vídeo.

A estreia do Netflix nestes quatro novos mercados acontecerá em smartphones, smart TV, tablets, computadores e em várias consolas de jogos e set-top boxes, segundo a empresa.

O Netflix chega a Portugal no próximo mês de outubro.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor