NetApp: Big Data permitirá às empresas direcionar melhor os seus negócios

Data-Storage

A adoção de soluções em Big Data está ainda muito no início em Portugal. Mas Daniel Cruz, gestor do negócio da NetApp em Portugal, admite que apesar de ser ainda um mercado pouco maduro, “começamos a ver um interesse crescente para soluções deste tipo de problemática”. Mesmo relativamente às PME, e apesar deste tipo de soluções

A adoção de soluções em Big Data está ainda muito no início em Portugal. Mas Daniel Cruz, gestor do negócio da NetApp em Portugal, admite que apesar de ser ainda um mercado pouco maduro, “começamos a ver um interesse crescente para soluções deste tipo de problemática”.

top-netapp-1040cs012512

Mesmo relativamente às PME, e apesar deste tipo de soluções estar ainda em fase muito inicial, as empresas sabem já no que consiste o Big Data e sabem também que existem várias ofertas no mercado neste sentido. “Conhecem as implicações da utilização de ferramentas de Big Data, mas não avançaram ainda em massa para a aquisição de soluções relacionadas. Estamos ainda numa fase de conhecimento desta tecnologia no mercado nacional, mas acreditamos que, muito em breve, esta passará a fazer parte do dia-a-dia das empresas a operar em Portugal”.

Aliás, para Daniel Cruz, as soluções de Big Data são uma ferramenta importantíssima no aceleramento da inovação e na promoção da competitividade. Não só o Big Data, como a capacidade de analisar a grande quantidade de dados que este implica, permitirá às empresas direcionar melhor os seus negócios, tornando-os mais certeiros em termos de target. “Os principais desafios do Big Data estão relacionados, não só com a enorme quantidade de dados que têm que ser geridos, como também com da diversidade e quantidade das fontes de que advém. Por isso mesmo, a gestão da informação é muito difícil, pois tem, não só de analisar muitos dados de inúmeras fontes, como perceber que dados são importantes e que dados são descartáveis”. Diz o responsável que, por isso, é importante, arranjar formas eficientes para analisar os dados. “Por outro lado, existe também a questão da segurança e da privacidade dos dados, tema muito importante nesta área e fulcral para que as soluções de Big Data sejam adotadas em massa”.

No que diz respeito à segurança e privacidade dos dados, Daniel Cruz considera ser outro dos desafios, tornando-se por isso também importante que exista uma evangelização no sentido de dar a conhecer os benefícios do Big Data e de que forma é que os dados podem ser tratados de forma segura e sem fugas de informação. “Só assim passaremos à fase seguinte da adopção em massa deste tipo de tecnologias”.

A verdade é que as soluções de Big Data estão a evoluir, sendo que cada vez mais haverá uma maior capacidade de processar mais quantidade de informação em menor tempo “obtendo-se assim informação de gestão mais rapidamente o que permitirá às empresas reagir e direcionar o negócio do cliente de uma forma mais ágil”.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor