Negócio Nokia-Microsoft aprovado pela China

Negócios

A Nokia anunciou hoje que finalmente recebeu a aprovação das autoridades reguladoras chinesas para vender o seu segmento de telemóveis à Microsoft, e avançou ainda que não fora submetido qualquer requerimento para que alterasse as suas práticas de licenciamento. Depois de em setembro a Nokia ter acordado em vender a sua divisão de telemóveis à

A Nokia anunciou hoje que finalmente recebeu a aprovação das autoridades reguladoras chinesas para vender o seu segmento de telemóveis à Microsoft, e avançou ainda que não fora submetido qualquer requerimento para que alterasse as suas práticas de licenciamento.

nokia microsoft

Depois de em setembro a Nokia ter acordado em vender a sua divisão de telemóveis à Microsoft por 5,4 mil milhões de euros, a China por fim anuiu a que a finlandesa vendesse a sua divisão de telemóveis à gigante tecnológica norte-americana. A Nokia, contudo, reteve o poder sobre o seu portfólio de patentes, que, na perspetiva dos analistas, é uma fonte segura de crescimento futuro.

“A Nokia e a Microsoft têm agora a aprovação dos reguladores da República Popular da China, da Comissão Europeia, do Departamento da Justiça norte-americano e de numerosas outras autoridades”, avançou a empresa finlandesa.

Depois de recebida a luz verde pelos reguladores chineses, as ações da Nokia aumentaram 2,9 por cento para 5,48 euros cada uma.

A Nokia, como fabricante de telemóveis que é, pagou a empresas rivais para poder fazer uso de tecnologia por elas patenteada, e também cobrou pela utilização das suas.

A reestruturação da empresa finlandesa pode permitir que o valor das suas taxas de uso de tecnologia patenteada sejam aumentadas.

Receosas, a Google e a Samsung apelaram às autoridades chinesas para assegurarem que o negócio não reflete um incremento dessas taxas.

A Nokia disse que as suas práticas de preços nunca foram postas em causa nem injustas.

Embora os receios de alguns reguladores tenham sido mitigados, as autoridades fiscais indianas continuam de sobrolho franzido relativamente ao acordo. A Nokia diz que independentemente da hesitação dos reguladores da Índia, o negócio será concluído.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor