Negócio entre Intel e Altera perto de uma conclusão

Negócios

Um acordo de aquisição da Altera pela Intel pode estar para breve e deverá rondar os 15 mil milhões de dólares.   A informação é avançada pelo New York Post, citando fontes próximas do assunto, e revela um preço de 54 dólares por ação, um prémio de 15 por cento sobre o valor de fecho

Um acordo de aquisição da Altera pela Intel pode estar para breve e deverá rondar os 15 mil milhões de dólares.

intel

 

A informação é avançada pelo New York Post, citando fontes próximas do assunto, e revela um preço de 54 dólares por ação, um prémio de 15 por cento sobre o valor de fecho de ontem das ações da Altera.

De acordo com o jornal, poderá esperar-se que a Intel e a Altera cheguem a um consenso sobre os termos do negócio já na próxima semana. Contudo, a fonte que revelou as informações disse que as negociações podiam ainda cair por terra.

A Reuters disse que no início do ano a Intel assinara um acordo com a Altera que limitava o volume de ações podia comprar na empresa-alvo. Contudo, este entendimento expira no próximo dia 1 de junho, e uma aquisição com contornos hostis pode ocorrer.

Em abril, as negociações entre as duas empresas terminaram sem que um acordo delas tivesse emergido. No entanto, este mês voltaram a colocar em cima da mesa a possibilidade de um acordo de aquisição, segundo o qual a Altera passaria para as mãos da Intel, que ganharia um forte ativo em matéria de semicondutores que potenciaria as suas capacidades no campo dos dispositivos móveis.

Na quinta-feira, a Avago Technologies comprou a Broadcom por 37 mil milhões de dólares, a maior aquisição de sempre na esfera dos semicondutores.

Este é um mercado que tem, nos últimos tempos, crescido a olhos vistos, e não mostra sinais de abrandar. O aumento do número de smartphones, tablets e wearables e a evolução da indústria automóvel em direção à conectividade tem suscitado fortemente a procura por chips.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor