NEC torna processo de encriptação 50% mais eficiente

InovaçãoInvestigaçãoSegurança

A NEC desenvolveu uma nova tecnologia de encriptação que aumenta a segurança dos dados de sensores e outros dispositivos conectados que compõem a Internet das Coisas (IoT).

A nova tecnologia de encriptação Offset Two-Round (OTR), de acordo com a fabricante japonesa, é 50 por cento mais eficiente do que as tecnologias existentes no mercado. A NEC, em nota, revela que a OTR foi aprovada na primeira fase do concurso de encriptação CAESER, financiado pelo Instituto Nacional de Padrões e Tecnologia (NIST), dos Estados Unidos. Os finalistas da competição serão anunciados em 2016, após uma nova ronda de avaliações. A tecnologia de encriptação vencedora será escolhida em dezembro de 2017.

“Olhando para o futuro, para além de ter por objetivo a sua seleção no CAESER como a tecnologia de encriptação autenticada de próxima geração, a NEC continuará a avançar na investigação destas tecnologias como forma de aumentar a segurança das suas Soluções para a Sociedade”, diz, em comunicado, Motoo Nishihara, líder dos Knowledge Discovery Research Laboratories da NEC.

Explica a fabricante que a OTR utiliza uma cifra em bloco e que, face às tecnologias existentes, encripta e autentica as mensagens de forma mais eficiente. Estes dois processos são aglutinado num só, o que reduz a complexidade computacional da totalidade da operação.

Adicionalmente, o processamento de dados pode ser executado em paralelo, permitindo velocidades superiores.

A NEC diz que a segurança da encriptação é assegurada através a aplicação de Advanced Encryption Standard (AES) ao processo.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor