NEC desenvolve plataforma de Mobile Edge Computing

EmpresasNegócios
0 0 Sem Comentários

O “IoT Service Enable” é uma plataforma capaz de gerir e controlar de forma automática uma rede e também pode ser usada para Mobile Edge Computing (MEC).

A NEC Corporation anunciou o desenvolvimento do “IoT Service Enable”, uma arquitetura para infraestruturas wireless de próxima geração. O IoT Service Enabler incorpora interfaces aplicacionais para serviços, interfaces de rede definidos pelo 3GPP e interfaces para sensores e câmaras definidos pelo OneM2M, uma iniciativa de standards globais para comunicações Machine to Machine (M2M) e Internet das Coisas (IoT).

Segundo o comunicado da empresa, esses interfaces permitem que o IoT Service Enabler execute monitorização e análise em tempo real de informações de sensores e câmaras usadas para serviços IoT, atualizações de estado da rede e outros dados.

Para além disso, o IoT Service Enabler gere e controla automaticamente os recursos da rede com base na informação analisada e no desempenho de rede necessário para cada serviço IoT. Por exemplo, quando um serviço de condução automatizado que requer comunicação de baixa latência opera na mesma rede que um serviço de gestão de inventário de máquinas automática de venda, que só requer comunicação de vez em quando, o IoT Service Enabler atribuirá automaticamente mais recursos de rede ao serviço de condução automatizado.

“Recentemente, com a popularidade dos smartphones e o crescimento da IoT, os serviços que utilizam redes tornaram-se cada vez mais diversos e sofisticados, e serviços como monitorização vídeo e condução automatizada começam a ser concretizados”, afirmou Shigeru Okuya, Diretor Geral da Divisão de SDN/NFV da NEC Corporation. “Utilizar o IoT Service Enabler como uma plataforma MEC, permitirá que as operadoras operem eficientemente diversos serviços IoT com características de tráfego diferentes, numa única rede.”

A utilização do IoT Service Enabler vai melhorar a eficiência da operação da rede e contribuir para a realização de serviços que requerem baixa latência/comunicação de alta velocidade, além de ajudar a otimizar os custos de operação da rede, melhorar a eficiência dos investimentos e promover a realização de serviços de comunicação sem fios 5G de próxima geração.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor