Nearshoring já representa 20% do negócio da Reditus

FinançasNegóciosProjetos

A estratégia da Reditus ao desenvolver uma abordagem ao mercado internacional com base no reforço da sua atividade de nearshoring está agora a surtir efeito. Hoje, esta área já representa mais de 20% do volume de negócios consolidado da empresa prestadora de serviços de TI, ou seja, aproximadamente 25,5 milhões de euros.

Segundo a empresa, esta estratégia envolveu um investimento significativo, bem como o desenvolvimento de parcerias estratégicas nas diversas áreas de competência do grupo, durante os últimos dois anos.

“O sucesso da estratégia de nearshoring da Reditus é sustentado pela boa capacidade de resposta que a empresa tem dado às necessidades dos clientes, quer ao nível da complexidade dos processos, quer ao nível do recrutamento, envolvendo a escolha de  colaboradores com grande nível de especialização, conduzindo à deslocalização para território nacional de operações originalmente desenvolvidas pelos clientes ou terceiros no exterior”, explicou a empresa em comunicado de imprensa.

A Reditus divulga ter já em curso vários projetos em território nacional servindo empresas multinacionais, donde se destacam empresas de aviação, retail-on-line, consumo, food & beverage e indústria transformadora. Esta atividade de prestação de serviços ao exterior a partir do território nacional envolve já cerca de 500 postos de trabalho, segundo dados fornecidos pelo próprio prestador de serviços.

Com base nos projetos em desenvolvimento, a Reditus diz ter de momento mais 100 vagas em aberto, e prevê um crescimento de 50% do número total de colaboradores afetos a projetos de nearshoring, durante 2016.

 


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor