MWC |Cisco e Ericsson mostram Collaboration Mobile Convergence

Mobilidade
0 0 Sem Comentários

A Cisco e a Ericsson estão a mostrar a sua solução conjunta de Collaboration Mobile Convergence (CMC) no Mobile World Congress em Barcelona, com o intuito de ajudar na evolução do telemóvel para um dispositivo empresarial conectado mais poderoso.

A solução combina a plataforma de serviços colaborativos empresariais da Cisco com as soluções de comunicação VoLTE da Ericsson.

A CMC dá aos prestadores de serviço a capacidade de disponibilizarem um conjunto de capacidades de serviços de colaboração móveis, dizem as empresas. Os utilizadores poderão beneficiar de funcionalidades do Cisco Spark como os serviços de mensagem, partilha de ficheiros e videoconferência em alta definição através de vários dispositivos, tudo através de uma chamada para um número móvel. As chamadas podem ainda ser movidas entre dispositivos, incluindo no recém-anunciado Cisco Spark Board.

“É mais um enorme passo na nossa parceria, depois do lançamento de nossa solução Evolved Wi-Fi Networks”, refere Rima Qureshi, diretor da região da América do Norte e responsável pela parceria estratégica entre a Cisco e a Ericsson. “Ao estender o VoLTE a comunicações de colaboração empresariais com as capacidades da Cisco, estamos a dar aos prestadores de serviço novas oportunidades de receitas. Além disso, transformar os smartphones em telemóveis empresariais inteligentes irá permitir que os profissionais sejam mais produtivos.”

Para garantir uma boa experiência de utilizador para chamadas de negócios, a transição imediata e imperceptível das chamadas de voz entre acessos 2G, 3G, LTE e Wi-Fi é suportada através da rede móvel.

Para os Prestadores de Serviço, a CMC permite a oferta de novos serviços, com destaque para:

  • Receitas: Novas receitas recorrentes, average revenue per user (ARPU) mais elevada, novo serviço de valor acrescentado.
  • Fidelidade: Contratos mais longos, rácio de churn de cliente mais baixo, erosão de preço nula com serviços de grande impacto no negócio.
  • Diferenciação: Capacidade de aproveitar a rede do Prestador de Serviço para facultar QoS para serviços de colaboração; oferta enriquecida de dialer nativo para Spark; parte da comunidade Spark API & Cisco Partner com flexibilidade para a criação de bundles
  • Monetização de Mobile ID: Monetizar a identidade dos clientes de rede móvel com serviços de valor acrescentado como a gravação móvel, customer relationship management (CRM) móvel, apps móveis integradas verticais, entre outras
  • Baixo risco e flexibilidade: Poupanças OpEx vs. CapEx, proteção do investimento, solução pré-integrada: funciona em qualquer Evolved Packet Core, incluindo nos da Cisco, Ericsson ou outros fabricantes.

“A CMC oferece uma vantagem competitiva única para disponibilizar serviços de comunicação empresarial topo de gama através de um telemóvel”, sublinha Yvette Kanouff, vice-presidente sénior e diretor geral de Service Provider Business na Cisco. “É um excelente exemplo da inovação da Cisco e Ericsson e da forma como as empresas trabalham para fazer avançar as redes do futuro e apoiar nossos estilos de vida móveis.”

Para as empresas, a CMC faculta a capacidade de aplicação de políticas de comunicação consistentes em todas as chamadas, sejam móveis ou fixas. Essa capacidade oferece o benefício adicional de faturação convergente, chamadas gratuitas OnNet, e permite o controlo da colaboração de negócios em dispositivos móveis, ajudando a reduzir custos e a melhorar a produtividade.

A solução vai estar disponível a Prestadores de Serviço e clientes empresariais até ao final do ano de 2017.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor