Mobile Edge discute nova cena tecnológica

EmpresasNegócios

A edição estreante do evento Mobile Edge, promovido pela empresa cem por cento portuguesa Carbon By BOLD, foi marcado pela discussão das novas tendências e obstáculos que emergem na esfera da Mobilidade, profetizando que no ano de 2016 mais de oito mil milhões de dispositivos móveis estarão em utilização por todo o mundo. “Tsunami da

A edição estreante do evento Mobile Edge, promovido pela empresa cem por cento portuguesa Carbon By BOLD, foi marcado pela discussão das novas tendências e obstáculos que emergem na esfera da Mobilidade, profetizando que no ano de 2016 mais de oito mil milhões de dispositivos móveis estarão em utilização por todo o mundo.

unnamed

“Tsunami da transformação digital” foi a expressão utilizada por Kevin Benedict, analista sénior da Cognizant, para descrever o atual panorama tecnológico e que marcou o evento.

A transformação em questão, de acordo com o comunicado relativo ao evento, passa pela comunicação de todos os objetos com aparelhos mobile, de uma forma integrada e intuitiva. Para isso, é necessário que exista uma proliferação de sensores que permita, por exemplo, saber quando é que uma caneta está a ficar sem tinta.

O evento contou com intervenções de vários especialistas internacionais como Gavin Simpson da Box, Jesus Rodriguez da KidoZen, Ian Vernon da Amanzitel e dos portugueses Miguel Vicente da Microsoft, Fernando Pereira da TAP e Rui Bento da Uber.

Segundo Pedro Henriques, Business Manager da Carbon by BOLD, “o Mobile Edge marcou o início de um fórum anual que, em breve, será um dos grandes eventos de discussão da indústria mobile a nível internacional. Estamos já a trabalhar na segunda edição do evento e queremos que a filosofia se mantenha, e, que a qualidade dos oradores e dos participantes seja uma referência para os eventos de tecnologia em Portugal.”

O evento, que discutiu temas como tendências mobile, mobilidade de processos dentro das empresas e o novo paradigma económico baseado em apps, deu oportunidade à plateia de colocar e debater questões de futuro como a segurança envolvida na partilha de dados pessoais pelos utilizadores.

De acordo com Kevin Benedict, Senior Analist da Cognizant, “é importante que eventos como o Mobile Edge tenham lugar, para que o setor analise os desafios da mobilidade em todas as suas vertentes. É fundamental que entendamos que o futuro das empresas e das industrias passará pela transformação digital, quer exista orçamento para isso ou não. Isto é, a aposta que já se está a fazer neste setor é algo que as empresas do séc. XXI não poderão ficar alheias.”

Com lotação esgotada, e, composto maioritariamente por profissionais do setor e por apaixonados por tecnologia, o Mobile Edge deixou várias questões em aberto para a segunda edição do evento, apontada para 2015.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor