Minecraft para Educação disponível no verão nas escolas portuguesas

Inovação

A versão do jogo Minecraft para Educação vai chegar às escolas no verão e será gratuita durante o primeiro ano de utilização, anunciou hoje a Microsoft.

A nova edição do Minecraft para Educação é “mais ambiciosa” e está a ser desenvolvida por professores. A Microsoft diz que o jogo já é usado em salas de aula de 40 países e que a oferta desta edição no primeiro ano letivo se destina a encorajar os professores a aderirem.

Uma das novidades é o site dedicado, onde os professores podem aceder a recursos para planear as suas aulas e obterem apoio de uma rede de ‘Mentores Minecraft’, com professores experientes no uso do jogo na sala de aula.

“Acreditamos que a tecnologia pode e deve ser aplicada em novas formas de aprendizagem, que sejam inspiradoras e permitam aumentar a motivação, envolvimento e interação”, afirma  Vânia Neto, diretora para a área da Educação na Microsoft Portugal. A responsável sublinha que a empresa está empenhada em “contribuir ativamente para o aumento das competências digitais e de programação de todos os alunos”, algo que o Minecraft pode ajudar a fazer pelo natural interesse dos estudantes.

A ideia é “estimular a aprendizagem e desenvolver a criatividade e colaboração, aplicando a tecnologia a novas formas de interação, nomeadamente através da exploração e simulação de jogos“, diz a Microsoft. Os alunos serão incentivados a aprender através da resolução de problemas com recurso ao pensamento crítico, colaboração e criatividade.

“Os alunos mais novos são envolvidos na aprendizagem de questões relacionadas com cidadania digital, empatia e habilidades sociais”, explica a empresa, “enquanto os mais velhos têm a possibilidade de explorar questões mais difíceis, ao mesmo tempo que adquirem conhecimentos básicos de engenharia e programação.”

Mais novidades

Além do jogo, a Microsoft está hoje a anunciar ferramentas de “aprendizagem inclusiva” no OneNote, desenhadas para alunos com necessidades especiais. Há uma nova barra de ferramentas add-in para OneNote 2013 e 2016 que “melhora a leitura e aprendizagem, em particular junto dos alunos que têm dislexia ou autismo.”

Outro lançamento é o Office Lens, que permite selecionar o conteúdo de um documento ou pasta através de uma fotografia e um clique.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor